17 de janeiro de 2012

Polos de Inovação impulsionam desenvolvimento do Norte de Minas e Vales do Jequitinhonha e Mucuri

O desenvolvimento do Norte de Minas e Vales do Jequitinhonha e Mucuri se consolida cada vez mais com o trabalho dos Polos de Inovação da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes). Sediados nos municípios de Almenara, Araçuaí, Diamantina, Janaúba, Januária, Pirapora, Salinas e Teófilo Otoni, os Polos atuam nas regiões, desenvolvendo potenciais, fortalecendo vocações e promovendo cidadania


Formação de Recursos Humanos
Em 2011, os Polos estimularam a inovação local por meio da capacitação de mais de mil pessoas, segundo a vocação das regiões. Em Teófilo Otoni, conhecida pela comercialização de mudas de plantas ornamentais, 60 produtores rurais receberam formação em floricultura, com o objetivo de agregar valor aos seus produtos. Já no município de Janaúba, 120 artesãos participaram de capacitação para trabalhar a fibra da banana. Na cidade de Salinas, o Polo conduziu workshops sobre cerâmica, ensinando cerca de 30 artesãos e empreendedores a reaproveitar a grande variedade de minerais industriais disponíveis na região. Já em Almenara, mais de 100 mulheres da zona rural foram cadastradas para participar de capacitações que serão desenvolvidas dentro do programa Mulheres Mil, do Ministério da Educação.


Projetos
-Em 2011, conseguimos a aprovação de projeto de exportação de banana prata da região de Janaúba, em parceria com a Universidade Federal de Lavras (Ufla), a Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) e o Exportaminas, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), para trabalhar a pós-colheita da banana de modo a inseri-la no mercado internacional, enfatizou o coordenador de projetos e da plataforma Polos de Inovação, Hilton Manoel.

O Vale do Mucuri também foi beneficiado com a aprovação de projeto de pesquisa aplicada para melhoria da qualidade da cachaça artesanal de alambique. O estudo vai envolver a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Associação Mineira dos Produtores de Cachaça de Qualidade (AMPAQ).

-Neste ano, vamos intensificar o nosso apoio a estudantes de iniciação científica que desenvolvam pesquisas direcionadas às regiões Norte e Nordeste de Minas Gerais. Hoje, já apoiamos estudantes na Universidade Federal de Viçosa (UFV) e na UFMG. Em breve iniciaremos este trabalho na Unimontes e queremos estender para outras instituições, ressaltou Hilton.


Semana Nacional de C&T
Os Polos de Inovação também mobilizaram o Norte de Minas e Vales do Jequitinhonha e Mucuri para a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2011, iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Dentre as 1.330 atividades realizadas no Estado, pelas equipes dos Polos e dos Centro Vocacionais Tecnológicos (CVTs) da Sectes, estão palestras, sessões de cinema comentado, concurso de redação, oficinas, minicursos, peças teatrais e outras atividades de divulgação científica, para conscientizar a população sobre a poluição do meio ambiente e como ela gera mudanças climáticas.


Gestão de resíduos
Para revolucionar o fim dado ao lixo, os Polos de Inovação, com representantes das prefeituras de Januária, Araçuaí, Janaúba e Salinas, estiveram no Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR) e na Associação dos Catadores de Papelão e Material Reaproveitável (Asmare), para conhecer novas possibilidades de aproveitamento de rejeitos e discutir potenciais parcerias. Em Araçuaí e Pirapora, cerca de 200 pessoas já participaram de palestra sobre a gestão de resíduos sólidos, com o apoio da Prefeitura Municipal.

-Os Vales do Jequitinhonha e Mucuri têm nos desafiado muito. A política de reaproveitamento de resíduos tem se desenvolvido melhor em áreas de maior poder aquisitivo. Com a Sectes, podemos ampliar a coleta seletiva no conjunto de municípios mineiros e existe a possibilidade de uso da infraestrutura dos CVTs para ensino a distância e capacitação em gestão de resíduos, levando os cursos que realizamos aqui para outros espaços, afirmou José Aparecido Gonçalves, diretor do CMRR.

Dia Teia
Mais de três mil jovens do Norte de Minas e Vales do Jequitinhonha e Mucuri estão agora habilitados a se conectar com o mundo pelas redes sociais. Eles participaram da capacitação TEIA - Tecnologia, Empreendedorismo e Inovação Aplicados -, programa da Sectes que dissemina o conhecimento da web 2.0 entre jovens e adultos. A finalidade é ensinar o uso de tecnologias e ferramentas gratuitas como Facebook, Twitter e Orkut, não só para entretenimento, mas principalmente como uma vitrine pessoal e profissional. Os jovens capacitados se transformam em agentes que oferecem suporte a projetos de inovação nas cadeias produtivas locais. As atividades, com duração de quatro horas, são conduzidas por um mutirão de agentes TEIA dos oito municípios que compreendem os Polos de Inovação, com o apoio dos Centros Vocacionais Tecnológicos (CVTs), Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (Ifets), escolas locais e prefeituras.

-Vamos transformar o TEIA em um grande programa de rede social para a juventude de Minas Gerais e, em parceria com escolas e municípios, fazer com que ele chegue a cerca de 100 mil mineiros nos próximos dois anos. Isso porque a inclusão digital hoje está muito ligada à relação das pessoas com o mundo. As relações pessoais e profissionais passam por um computador com internet e pelas redes sociais, por isso temos que democratizar o acesso, destacou o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues.

Ainda segundo o secretário, a Sectes vai implantar, junto com a Secretaria de Estado de Educação (SEE), 10 unidades do Brasil Profissionalizado. Os centros de capacitação irão permitir a formação profissional, qualificação de mão de obra e aumento da competitividade.
Fonte: Com informações do O Norte de Minas



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo