20 de outubro de 2009

Diamantina: Cidadão Nota 10 capacita coordenadores

Para encerrar as comemorações pelo Dia do Professor, o programa de alfabetização de jovens e adultos, Cidadão Nota Dez, realizou nesse domingo (18), em Diamantina, no Vale do Jequitinhonha, uma capacitação com os coordenadores de turmas da região. Criado há seis anos, o Cidadão Nota 10 já alfabetizou 130 mil alunos.

A coordenadora municipal Vânia Ferreira orientou as participantes sobre as maneiras de melhorar o programa, tornando-o mais eficiente e abrangente nesta Fase VI, como melhor forma de se preparar para a Fase VII.

Vânia ainda discutiu estratégias de mobilização dos alunos e falou da necessidade de mostrar a eles como é importante o estudo. A coordenadora convocou as participantes a atuarem de forma incisiva. “Vocês, enquanto elo, são responsáveis pelo desenvolvimento dos alunos,” ressaltou.

Para a coordenadora Zulma do Rosário Ferreira, do município de Senador Modestino Gonçalves, também no Vale do Jequitinhonha, há seis anos no programa, o maior desafio é manter o adulto em sala de aula. Para isso, ela usa de algumas estratégias. “Organizo reuniões entre as comunidades, encontros festivos e, agora, passei a liturgia da missa para os alunos, como forma de incentivá-los ao estudo e à produção”, contou.

Como história de sucesso, a coordenadora ilustra o caso do alfabetizando Waldir, que antes do programa não escrevia sequer o próprio nome. Hoje, escreve, lê “e já tem até carteira de motorista”, afirma.
Cidadão Nota 10 Desenvolvido desde 2003, por meio de parceria entre a Secretaria de Estado Extraordinária para o Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas (Sedvan) e o governo federal, o programa já alfabetizou cerca de 130 mil jovens adultos e capacitou 1,8 mil parceiros, entre alfabetizadores, gestores, coordenadores e supervisores. O programa abrange 198 municípios das regiões Norte, Nordeste e Central do Estado.
Em 2003, ano de início do programa em Minas, o número de analfabetos na região Norte e nos Vales do Jequitinhonha e Mucuri era de 460 mil pessoas, ou seja, o índice de analfabetismo caiu 28,5 %, resultado dessa iniciativa.

Em maio de 2009, teve início a sexta fase do programa, com 50 mil alunos em sala de aula, e recursos da ordem de R$ 5,8 milhões. Para a próxima fase do programa já estão garantidos R$ 12,9 milhões e a previsão é de que sejam alfabetizados na nova fase, cerca de 120 mil jovens e adultos.
Fonte: Com informações da Agência Minas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo