6 de julho de 2009

Igreja restaurada pelo Iepha é reaberta em Minas Novas

Totalmente restaurada, a Igreja de Nossa Senhora do Amparo será reaberta à população do município de Minas Novas, no Vale do Jequitinhonha, com grande festa na próxima quinta-feira (9). Os trabalhos de restauração civil e de elementos artísticos duraram um ano e meio e foram totalmente realizados com verbas do Governo de Minas Gerais, a partir do orçamento do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha/MG). O órgão também foi responsável pelo projeto arquitetônico para a restauração, além de acompanhamento e fiscalização de todo o trabalho.

Cerca de R$ 650 mil garantiram obras que visavam à recuperação do madeiramento, dos arcos laterais e do adro, além de estabilização completa da infra-estrutura do prédio, que se encontrava em péssima situação, de acordo com os laudos técnicos realizados para início do trabalho. Outros R$ 370 mil foram investidos na recuperação de elementos artísticos como pinturas decorativas, entalhes e imagens. De acordo com a gerente de Elementos Artísticos do Iepha, Yukie Watanabe, apesar de apresentar aspecto externo razoável grande parte das peças estava em avançando estado de corrosão por cupins internamente. "Os entalhes estavam praticamente só na casca, assim como os anjos do coroamento, o retábulo e as colunas, que estavam bastante ocas". O sacrário foi, de acordo com Yukie, o caso mais grave.

As peças estavam carbonizadas por dentro. A construção da Igreja de Nossa Senhora do Amparo foi financiada pela Irmandade dos Homens Pardos de Minas Novas, possivelmente na segunda metade do século XVIII. A edificação segue o partido tradicional das matrizes mineiras de primeira fase, com divisão em nave, capela-mor, corredores-sacristias laterais e duas torres delimitando a fachada. As arcadas internas, elemento bastante usual nas igrejas da região, ligam a nave e capela-mor aos corredores laterais, gerando um espaço maior no interior dos prédios. A Igreja de Nossa Senhora do Amparo não é tombada, apesar de sua relevância para a história da cidade; constituindo parte do conjunto ainda existente característico do início da ocupação da antiga Vila do Fanado.

Surpresa
Durante o trabalho de restauração, uma surpresa. Por baixo de camadas de tinta, foi encontrada uma importante pintura decorativa em perspectiva no forro da capela-mor, agora inteiramente restaurada. Segundo Yukie Watanabe, a pintura tem boa qualidade artística e histórica e é possivelmente original da construção. "A recuperação desta pintura foi um trabalho bastante elaborado, já que tínhamos ali perda de mais de 60% das tábuas. Mas o resultado final ficou muito bom e a pintura valorizou demais o conjunto como um todo. Ela realmente coroou a restauração", conta.

Serviço
Evento: Solenidade de inauguração da restauração da Igreja Nossa Senhora do Amparo Data: 09/07/2009 Horário: 19 horas Local: Minas Novas - MG
Fonte: Com informaçãoes da Agência Minas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo