20 de julho de 2009

Empresa aérea não explica acidente ocorrido com a banda Skank em Capelinha

A Líder Táxi Aéreo se recusa a comentar o incidente que pôs em risco a vida dos quatro integrantes da banda Skank no fim da manhã desse domingo. O grupo fretou uma aeronave da empresa para retornar a Belo Horizonte após um show em Capelinha, no Vale do Jequitinhonha. Após cinco minutos de voo, a porta da aeronave se soltou e o piloto foi obrigado a fazer um pouso forçado em uma fazenda da região. Ninguém ficou ferido.

De acordo com a assessoria de imprensa da banda, o grupo fez show na noite de sábado durante a 23ª Festa do Capelinhense Ausente, em Capelinha, cidade a cerca de 160 Km de Belo Horizonte. Eles dormiram na cidade e embarcaram no voo por volta das 11 horas. Além dos quatro músicos, estavam na aeronave um produtor e um segurança.

Quando a porta do avião se soltou houve despressurização da cabine e o piloto precisou fazer manobras ousadas para conseguir pousar numa área semelhante a um campo em uma fazenda num distrito próximo a Capelinha. O proprietário da fazenda teria cedido uma van para que a banda fosse levada até Diamantina, de onde pegaram um novo voo com destino a Belo Horizonte.
Por meio de sua assessoria de imprensa, a Líder Táxi Aéreo disse que o incidente foi provocado por uma pane, cuja natureza não foi especificada.

Segundo foi informado, a empresa entende que não há nada a ser esclarecido uma vez que tudo terminou bem.
Fonte: Com informaçãoes do Portal Otempo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo