27 de novembro de 2014

Turmalina: gestante espera 15 horas por cesárea e bebê morre antes do parto

Descaso ? 

O médico responsável pela internação optou por não fazer a cesária e foi embora

Os pais de uma criança que morreu antes do parto em Turmalina, Alto Jequitinhonha, acusam o hospital São Vicente de Paula de negligência médica. Segundo Romário Sena Santana, a mulher dele estava grávida de 42 semanas e foi internada na segunda-feira (17), mas esperou 15 horas até que fizessem a cesária.


“Ela foi internada às 13h e chegou a ser medicada para induzir o parto normal, mas não fazia efeito. O médico responsável pela internação optou por não fazer a cesária e foi embora. Somente às 4h da manhã, quando o coração da criança não batia mais, fizeram o parto”, afirma o pai.
O casal afirma que durante a gestação tudo ocorreu bem com a mãe e com a criança. “Fizemos todo possível. Ela fez todo o pré-natal e estava tudo normal. Em nenhum momento apresentou alteração”, diz Romário.
Desesperado, Romário procurou o Ministério Público para fazer uma denúncia de negligência médica. O promotor Leonardo Diniz Faria confirmou que a denúncia foi protocolada, mas o caso ainda está em “diligências preliminares”. “Inicialmente, solicitamos junto ao Hospita, o prontuário de atendimento médico. Depois de termos acesso ao prontuário, vamos averiguar quais frentes de investigações serão seguidas”, explica.
Ainda de acordo com o promotor, após ser notificado, o hospital terá o prazo máximo de 10 dias para responder à solicitação. “Alguns hospitais não repassam o prontuário com base no sigilo profissional, mas acredito que o Ministério Público deveria ter acesso, para desenvolver o trabalho”, diz.
O provedor do hospital, Anderson Cordeiro dos Santos, informou por telefone que uma investigação interna foi aberta para identificar as causas desta fatalidade. "Somente após conversarmos com os envolvidos no atendimento poderemos pronunciar de forma concreta sobre o acontecido. Algumas pessoas já foram ouvidas, mas vamos esperar para não sermos injustos com ninguém".
Fonte: Com informações do G1

23 de novembro de 2014

Natal solidário: projeto vai contemplar famílias carentes das cidades de Itinga e Jequitinhonha

Projeto social rifa camisas autografadas de Cruzeiro e Atlético

Torcedores de Atlético e Cruzeiro aguardam ansiosamente o final da temporada, na espera de que os seus times de coração conquistem um título nacional em 2014. Mas antes das conquista esperadas, os mineiros amantes do futebol poderão ser “campeões” na solidariedade. Isto porque o projeto social Criança Feliz está rifando uma camisa oficial do Cruzeiro e outra do Atlético, ambas autografadas, para angariar fundos para o Natal Solidário, que será realizado nas cidades de Itinga e de Jequitinhonha, ambas no Vale do Jequitinhonha, e que vai contemplar famílias carentes da região.

As rifas custam R$5 cada e estão sendo vendidas desde o jogo entre Cruzeiro e Criciúma, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro e também foram oferecidas aos torcedores no primeiro duelo da final mineira da Copa do Brasil, que aconteceu no estádio Independência, no último dia 12. A intenção dos organizadores da campanha é vender todas as rifas até o dia 30 de novembro, como explica o representante do projeto social, Flávio Gontijo.
“Nós fizemos cinco mil rifas do Cruzeiro e cinco mil do Atlético, e desde que a campanha começou, já vendemos cerca de metade das rifas. A recepção dos torcedores tem sido muito boa e a nossa expectativa é de vender todas as rifas, para angariar fundos para a nossa causa”, explica Gontijo.
As camisas foram cedidas pelos clubes e contam com o autógrafo de todos os jogadores de cada time. Com o dinheiro arrecadado pela campanha, o projeto Criança Feliz irá promover a festa de Natal nas duas cidades mineiras, além de comprar presentes para as cerca de mil crianças que enviaram cartinhas com os pedidos de Natal.
A secretária municipal de desenvolvimento social da cidade de Itinga, Débora Ramalho Vieira, afirma que a festa de Natal é uma iniciativa muito boa e que as crianças já estão ansiosas. “ Achei super interessante esta ação. Estou acompanhando o trabalho deles e achei uma iniciativa importante e que vai alegrar as nossas crianças. Todo mundo está bem empolgado e envolvido na causa”, ressaltou.
O sorteio das camisas autografadas do Cruzeiro e do Atlético será no dia 6 de dezembro, às 20h, na sede da entidade (Av. do Contorno,3930, Esquina com a Rua Padre Rolim, Santa Efigênia). Já as festas de Natal nas cidade de Itinga e Jequitinhonha vão acontecer entre os dias 12 e 13 de dezembro.
Ação social – O Projeto Criança Feliz existe desde 2013 e conta com cerca de 40 voluntários. Seu principal objetivo é arrecadar alimentos, roupas, calçados, livros e brinquedos, através de doações, para levar até as crianças de cidades mineiras consideradas em situações de vulnerabilidade. No ano passado, o Natal Solidário contemplou crianças e famílias da cidade de Curral Dentro, no Norte de Minas.
Fonte: Com informações do O Tempo

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo