23 de maio de 2012

Diamantina: simulado coloca em prática ações de combate a incêndios florestais

O Simulado Operacional é uma importante etapa de preparação e envolve as diversas organizações parceiras da Força-Tarefa Previncêndio (FTP), que coordena os esforços para o combate a incêndios florestais, especialmente durante o período mais seco do ano
Brigadistas e pilotos do helicóptero Guará, durante o simulado no Parque Estadual do Biribiri


Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema) realizou no último sábado (19) o terceiro Simulado Operacional de Combate a Incêndios Florestais no Parque Estadual do Biribiri. O treinamento ocorreu em Diamantina e reproduziu todas as condições de um combate ao fogo, desde a identificação dos sinais de fumaça, emissão dos primeiros alertas até a confirmação de um incêndio florestal de grande porte e que exija a participação da Força-Tarefa do Programa de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais de Minas Gerais (Previncêndio).
A atividade foi conduzida por integrantes da Coordenadoria de Defesa Civil do Estado (Cedec), do Corpo de Bombeiros Militar, por técnicos do Previncêndio e do Instituto Estadual de Florestas (IEF), órgão que administra o parque. Cerca de 65 pessoas participaram da simulação que utilizou todos os equipamentos habitualmente empregados no combate ao fogo, incluindo um helicóptero.
Para Henri Dubois Collet, assessor da Diretoria de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais e Enchentes da Semad, o simulado tem como principal objetivo preparar as equipes, checar o funcionamento dos equipamentos e identificar eventuais problemas que possam ocorrer durante uma operação real. “Outro ponto importante dessa operação é a mobilização das comunidades que vivem no entorno do parque e que são tradicionalmente nossos parceiros. Eles são nosso ponto-chave, sem a ajuda deles nosso trabalho não ficaria completo”, ressaltou.
Na última sexta-feira (18), o Sisema realizou um Simulado Operacional no Parque Estadual da Serra do Papagaio, na região Sul do Estado.
Preparação
O Simulado Operacional é uma importante etapa de preparação e envolve as diversas organizações parceiras da Força-Tarefa Previncêndio (FTP), que coordena os esforços para o combate a incêndios florestais, especialmente durante o período mais seco do ano, que vai de junho a outubro. A atividade também é uma aplicação prática do Plano de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais do Parque que foi lançado, em maio, pelo governador Antonio Anastasia e conta com um investimento de R$ 26 milhões, somente do Estado, além da parceria com empresas, que investirão R$ 9 milhões, e a contratação de pessoal para as unidades de conservação, chegando a um investimento total superior a R$ 50 milhões.
Também participaram da atividade, a Polícia Militar e Polícia Civil de Minas Gerais, e brigadistas voluntários, empresas e organizações não governamentais que atuam no entorno do Parque. Todos fazem parte Força Tarefa do Programa de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais de Minas Gerais (Previncêndio), criada em 2005 para aperfeiçoar o trabalho de combate a incêndios florestais no Estado e pioneira do gênero na América Latina. O simulado teve ainda o apoio da Prefeitura de Diamantina, o Samu, CopasaDER, Instituto Biotrópicos e o grupo de escoteiros de Diamantina.
Levantamento
O tenente do Corpo de Bombeiros de Diamantina, Paulo César Ferreira, disse que uma equipe dessa corporação fez, em parceria com o Instituto Estadual de Florestas (IEF), um levantamento para identificar dentro do parque quais são os melhores pontos para captação de água e chegada das equipes por solo ou por ar. “Essa operação é inédita e nosso batalhão está totalmente empenhado nela” concluiu.
A área protegida do Parque Estadual do Biribiri abrange 16.998,66 hectares, abriga várias nascentes e cursos d'água e é aberto à visitação. Cerca de 4 mil pessoas visitam o parque mensalmente e 14 guardas-parques fazem o monitoramento da área. As cachoeiras dos Cristais e Sentinela são as atrações mais procuradas pelos visitantes. A equipe da Força Tarefa está de prontidão 24 horas por dia para atendimento às ocorrências e denúncias pelo telefone 0800-28-32323.
Fonte: Com informações da Agência Minas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo