7 de agosto de 2011

A luta pela "educação do campo" dá mais um passo em Jequitinhonha

A luta pela Educação do Campo deu mais um importante passo no município de Jequitinhonha, no semiárido mineiro

Na última segunda feira, 01 de agosto, a Câmara de Vereadores do Município acolheu representantes da sociedade civil e do poder público para defender a proposta de inclusão na Lei Orgânica do município as "Diretrizes Municipal para a Educação do Campo”.

Estiveram presentes diversas famílias agricultoras, representantes da Cáritas Diocesana do Baixo Jequitinhonha, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais- STR do município, da Escola Família Agrícola – EFA Renascer, entre outros. Pelo poder público, esteve presente a representante da Secretaria Municipal de Educação.

O projeto foi apresentado pela Vereadora petista Elizabeti, também conhecida como Beti, do STR de Jequitinhonha. A Secretaria de Educação, Iracilda, também conhecida como Sinha, falou da importância da implementação desse projeto na lei e Decanor Nunes, da Cáritas, da ASAMinas e Pedagogo da Terra, complementou as argumentações pela defesa da Educação do Campo na lei orgânica desse município.

Os vereadores mostraram por unanimidade estar convencidos da importância da iniciativa e sinalizaram interesse pela aprovação da lei.

Dentro de 15 dias, na próxima reunião da Câmara será apresentado mais uma vez a proposta de sensibilização do Projeto de Lei em defesa da Educação do Campo. A sociedade promete estar mobilizada com a presença de mais representantes entre camponeses, educadores, de organizações sociais, representantes do poder público da educação e simpatizantes urbanos.

A expectativa é que seja aprovado e aí sim, finalmente, formalizado essa importante inclusão do 1º município do Vale do Jequitinhonha a incluir o Projeto de Lei da Educação do Campo na Lei Orgânica dessa localidade.
Fonte: Com informações da Asa Minas

Berilo: polícia investiga médico suspeito de tráfico de drogas

Segundo denúncias, homem fornecia drogas em troca de favores sexuais. Polícia apreendeu drogas e material pornográfico na casa do suspeito

A Polícia Civil investiga um médico suspeito de fornecer drogas a adolescentes e jovens em troca de favores sexuais, em Berilo, no médio Jequitinhonha. O homem foi preso, na terça-feira (02-08-11), após diversas denúncias e investigações. Na casa dele, policiais apreenderam drogas, cerca de 50 preservativos e materiais pornográficos, armazenados em CDs, DVDs e revistas. No local também havia diversas peças íntimas infantis.

Durante a realização da operação, chamada de “Lobo Mau”, a polícia encontrou dois homens na casa do médico, que afirmaram morar no local, apesar de não terem vínculo familiar ou empregatício comprovado com o detido. Com um deles, a polícia também encontrou drogas e um dos homens teria confessado que as substâncias foram fornecidas pelo médico.

Doutor Jansen é contratado pela prefeitura há cerca de dez anos. Em depoimento na delegacia de Minas Novas ele afirmou que recebe mensalmente R$ 10 mil. A polícia suspeita que o clínico geral pratique pedofilia há pelo menos dois anos no município. “Vamos continuar as investigações. Estão previstos depoimentos de possíveis vítimas”, disse.

Em um dos computadores apreendidos pela polícia os policiais encontraram a foto de um homem que foi condenado por estupro na cidade de Berilo.

Os casos de envolvimento do médico com drogas e pedofilia ja eram bastante conhecidos. Ele chegou a ser visto muitas vezes em bocas de fumo de Araçuaí, com varios adolescentes dentro carro.

A Policia Federal ja havia invadido a casa do médico anos antes em busca de drogas. Durante o governo do ex-prefeito de Berilo , Waldete Coelho, o médico chegou a ser demitido do cargo da prefeitura .

Após esse episódio ele foi contratado pela prefeitura de Virgem da Lapa, cidade vizinha a Berilo. Nesta cidade ele também ficou conhecido pelos seus casos de envolvimento com drogas e pedofilia. Segundo relatos de moradores de Virgem da Lapa, ele chegou a ter um envolvimento amoroso com um rapaz conhecido pela polícia pelo seu envolvimento com drogas. A prisão do médico já era esperada em Berilo.

No computador do suspeito, a polícia encontrou imagens de um suspeito de ter cometido um estupro em um evento na casa do médico. Segundo a Polícia Civil, um inquérito para apurar o caso foi instaurado e algumas testemunhas foram ouvidas.

De acordo com o delegado Felipe Pontual Meira Rosa, responsável pelo caso, o material apreendido no local será avaliado pela perícia para verificar o conteúdo pornográfico. O médico foi ouvido pela polícia e encaminhado à Cadeia Pública de Minas Novas, também no médio Jequitinhonha. Os policiais também vão investigar a participação dos outros dois homens encontrados na casa. Após serem ouvidos, eles foram liberados.
Fonte: Com informações do G1

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo