22 de maio de 2011

Umvale critica decisão de Dilma

Os prefeitos diziam confiar que Dilma honraria seu compromisso com Minas

Prefeitos filiados à Associação de Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams) e à União dos Municípios do Vale do Jequitinhonha (Umvale), que aguardavam decisão positiva da presidente Dilma Rousseff em prorrogar, até dezembro de 2011, o prazo da Medida Provisória 512, que concede incentivos federais às montadoras de automóveis, instaladas no Nordeste, Norte e Centro-Oeste do país, e que possibilitaria novas oportunidades de desenvolvimento econômico para as regiões mineiras.

Os prefeitos diziam confiar que Dilma honraria seu compromisso com Minas, prorrogando o prazo de validade da medida provisória. Para isso, os chefes do executivo dos municípios mobilizaram todos os parlamentares mineiros, independente de orientação partidária, que se integraram à articulação conduzida pelo senador Aécio Neves (PSDB).

O presidente da Amams e prefeito de Patis, Valmir Morais (PTB), lamenta a decisão e diz que tinha esperanças de que a presidente Dilma avaliasse positivamente a reivindicação dos 168 prefeitos do Norte de Minas e Vales do Mucuri e Jequitinhonha.

- Acho um absurdo uma região carente como a nossa não poder receber incentivos que gerariam milhares de empregos diretos e indiretos. Todos os prefeitos estão muito preocupados porque o benefício seria para toda a região e muitas das cidades, que poderiam ser contempladas, têm no Fundo de Participação dos Municípios (FPM), a principal ou única fonte de receita - explica.

Fonte: Com informações do O Norte de Minas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo