19 de fevereiro de 2011

INSS de Araçuaí empenha-se para ter sede própria

A agência do INSS de Araçuaí inaugurada em 2003 atende sete municípios da região. Desde sua criação a agencia funciona em prédios alugados. Atualmente há uma tendência de construção de sedes próprias com recursos, inclusive já disponibilizados. A agencia de Araçuaí encontra-se nesta situação.

Agora só falta um terreno para construção de sua sede. Atualmente a agencia do INSS de Araçuaí funciona em um espaço localizado na Rua Túlio Hostílio no centro da cidade. A agencia atende os municípios de Araçuaí, Coronel Murta, Itinga, Jenipapo de Minas, Francisco Badaró e Virgem da Lapa com uma população estimada em 94 mil pessoas. São cerca de 100 atendimentos ao dia. A maioria dos beneficiados, cerca de 70%, é do meio rural. Atualmente as instalações não são adequadas para a comodidade do usuário, por isso a agencia esta se empenhando para a construção da sede própria com recursos já garantidos.

Segundo Carla Coelho já foram construídas as sedes próprias das agências do INSS de Itaobim e Jequitinhonha. Araçuaí provavelmente deverá contar com sede própria, só falta o terreno. Segundo Carla, alguns lotes já foram disponibilizados pela prefeitura, para serem analisados, entretanto estes precisam estar dentro dos padrões técnicos.

Fonte: Com informações do Portal Ara


DER/MG faz campanha educativa em rodovias do Vale e norte de minas

Somente em Comercinho, Medina e Santa Cruz de Salinas, mais de 300 pessoas foram mobilizadas

A equipe da Gerência de Educação para o Trânsito do Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) percorreu, durante esta semana, os municípios de Comercinho e Medina, no Vale do Jequitinhonha, e Santa Cruz de Salinas, no Norte do Estado, com o objetivo de orientar os moradores sobre a necessidade da mudança de comportamento com a chegada do asfalto. Os três municípios foram contemplados pelo Programa de Pavimentação de Ligações e Acessos Rodoviários aos Municípios (Proacesso).

“Desde que o Proacesso iniciou, em 2004, nós temos realizado esse trabalho nas comunidades beneficiadas pelo programa. Isso porque o asfalto é novidade e requer uma nova postura de segurança das pessoas enquanto motoristas e pedestres”, destaca a coordenadora do projeto de Educação para o Trânsito do DER/MG, Rosely Fantoni.

Dos 180 municípios que receberam pavimentação pelo Proacesso em todo o Estado, 36 já participaram das palestras, com o envolvimento de 3.098 pessoas. Somente em Comercinho, Medina e Santa Cruz de Salinas, mais de 300 pessoas foram mobilizadas. “A nossa linha de atuação é orientar, principalmente os professores e educadores da esfera municipal, para que eles possam disseminar, ao longo do ano, os conhecimentos adquiridos”, conta Rosely.

Os temas abordados vão desde as alterações previstas na cidade em função do asfaltamento da rodovia e quais são os papéis do homem no trânsito, até noções do Código de Trânsito Brasileiro. Os encontros contam com a participação de autoridades locais, representantes dos órgãos do Sistema Nacional de Trânsito e pessoas formadoras de opinião.

Municípios visitados
A chegada do asfalto nos municípios de Comercinho, Medina e Santa Cruz de Salinas representou um ganho para a região na medida em que impulsionou o desenvolvimento da economia local. Em Santa Cruz de Salinas, por exemplo, a pavimentação contribuiu para facilitar o escoamento da produção agrícola sustentável, bem como melhorou o acesso ao comércio local, principalmente à Feira de Artesanato, uma das atrações da cidade. O transporte escolar de crianças também foi facilitado com o Proacesso.

“O trabalho educativo vale para que as pessoas, ao conhecerem a nova realidade, possam desfrutar dos benefícios do asfalto com mais segurança”, comenta Rosely. “Os motoristas que antes andavam com uma velocidade reduzida, tendem a acelerar. A comunidade, que não se preocupava com a travessia das estradas, agora precisa modificar seus hábitos para que não ocorram tantos acidentes”, conclui a coordenadora.

Animais na pista
Durante a visita aos três municípios, a equipe do DER/MG detectou a importância de alertar à população da região e principalmente aos produtores rurais, a respeito do risco que representa a presença de animais na pista das rodovias. Parte da campanha educativa foi dedicada à orientação e conscientização dos moradores e produtores locais pela equipe de Educação para o Trânsito do DER/MG.

Programação
“Até o final do ano estão programadas ações educativas em mais 12 municípios beneficiados pelo Proacesso”, adianta Rosely Fantoni. A escolha dos locais é feita, prioritariamente, em função do maior risco de conflito entre pedestres e veículos. “A ideia é que os educadores de cada região visitada se tornem propagadores das medidas educativas de trânsito ensinadas pelos técnicos do DER/MG”, finaliza a coordenadora do projeto.

Fonte: Com informações do Farol Comunitário

12 de fevereiro de 2011

Expedição leva educação e cidadania ao Vale do Jequitinhonha

De 12 a 23 de fevereiro, distritos das cidades de Chapada do Norte, Turmalina, Couto de Magalhães e Serro vão receber a primeira expedição Programa Sorriso Solidário. O projeto é uma parceria entre o sistema Sedvan/Idene, Instituto Brasil Solidário (IBS), e Estação Conhecimento, da Vale, patrocinadora do evento. Durante a expedição serão desenvolvidas atividades educativas nas áreas de saúde, odontologia, meio-ambiente, reciclagem, arte e cultura, oficinas e apresentações.

Além de possibilitar o acesso ao desenvolvimento sustentável e à educação transformadora, esta primeira visita às comunidades será feita pela equipe do IBS em parceria com o Programa Turismo Solidário e tem como objetivo reconhecer as necessidades da região para ampliar os financiamentos ao programa e fazer pequenas reformas de infraestrutura nos receptivos do programa.

Estações

As Estações Conhecimento são núcleos de desenvolvimento humano e econômico que funcionam na forma de Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips), cuja mantenedora é a Fundação Vale, em parceria com o Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas (Idene), que conta ainda com a participação da sociedade civil.

O objetivo é fomentar o empreendedorismo, a criatividade, a inovação, a participação e o compartilhamento de ações, respeitando as características de cada região e trabalhando a partir de oportunidades e vocações já existentes nos municípios.

A Vale investirá cerca de R$ 10 milhões nas Estações Conhecimento e a expedição é umas das ações que oferecerão atividades educacionais com cursos em esporte, cultura, qualificação profissional e profissionalização a 1.500 crianças e jovens, de 23 cidades do Vale do Jequitinhonha. Essa é uma iniciativa da Fundação Vale, em parceria com o Governo de Minas Gerais.

Além do Turismo Solidário, as cidades contempladas com a Primeira Expedição Sorriso Solidário são atendidas por outros programas do sistema Sedvan/Idene como o Projeto de Combate à Pobreza Rural (PCPR), Cidadão Nota 10 – Por um Brasil Alfabetizado e Projovem – Juventude Cidadã, todos eles voltados para o desenvolvimento e crescimento dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri e Norte de Minas.

Agencia Minas

Grávida diz que tentou matar uma pessoa em Jequitinhonha

Uma mulher de 33 anos, grávida de oito meses, procurou a 83ª Cia da Polícia Militar de Itabira, por volta das 9 horas desta quarta-feira, 9 de fevereiro, para dizer que havia tentado matar uma pessoa na cidade de Jequitinhonha.

Muito nervosa, ela queria se entregar e confessou ser viciada em crack e maconha.

Enquanto conversa com os policiais, a mulher começou a passar mal e precisou ser atendida pelo Samu. Ela falou ao soldado Fernandes que estava com drogas dentro da bolsa. Quando a PM foi verificar, foram encontradas quatro buchas de maconhas.

Uma funcionária do Samu, que fica ao lado do destacamento militar, prestou os primeiros socorros. Em seguida, a grávida foi levada ao Pronto-Socorro Municipal numa ambulância. A Polícia Militar levantou sua ficha, mas nenhum registro foi encontrado. Um Boletim de Ocorrências foi lavrado, devido ao entorpecente.

Fonte: Com informações do Defatoonlione

5 de fevereiro de 2011

Berilo: Mandante de assassinato de ex-prefeito é condenado a 20 anos de prisão

O médico Luiz Antõnio Nogueira, de 67 anos, foi condenado a 20 anos e seis meses de prisão, como mandante do assassinato do ex-prefeito de Berilo, Cláudio Waldete Coelho Santos, o Ioiô

Foto:O mandante do assassinato, médico Luiz Nogueira, com uniforme de presidiário, e seu advogado, Hudson Maldonado Gama

Essa foi a decisão do Tribunal do Júri na Comarca de Minas Novas, nesta sexta-feira, dia 04 de fevereiro de 2011.

Às 21 horas, quando o Juiz Leonardo Cohen Prado leu a sentença, longa e bem fundamentada, o plenário, cheio de berilenses, com familiares, amigos de Ioiô e o povo solidário de Minas Novas, explodiu de alegria, batendo palmas.

Luiz Nogueira foi condenado por ter encomendado o assassinato de Ioiô no dia 6 de junho de 2008. O crime foi executado pelo agricultor Roberto Gonçalves , conhecido como Gil, condenado 14 anos de prisão. Gil trabalhava na fazenda do médico, em Sete Lagoas.

O crime foi classificado como violento e por motivo torpe, feito na tocaia, na casa da namorada de Ioiô, Alaíde Assis Amaral, a Lalá. Ioiô recebeu um tiro de cartucheira, pelas costas, tendo 27 chumbos atingido seu corpo, com 15 perfurações no pulmão e 4 no coração. Ele morreu na hora.

O médico acusava Ioiô de revirar seus arquivos de prontuários para descobrir possíveis falhas no seu trabalho, além de argumentar que era perseguido e ameaçado pelo ex-prefeito.
A defesa tentou argumentar que o médico Luiz Nogueira é esquizofrênico paranóide, e não tinha controle sobre seus atos, na época do crime. Um laudo de uma psiquiatra e um psicólogo do Instituto Médico Legal, de Belo Horizonte, jogou essa tese por terra, afirmando que ele tinha consciência plena do que tinha feito.

Familiares do ex-prefeito, no plenário: o filho Igor Maciel e duas irmãs de Ioiô, Eliana e Heloísa
O depoimento do réu confesso Roberto Gonçalves, o Gil, mostrou com detalhes o envolvimento do médico como autor intelectual do crime, planejando a tocaia, fornecendo a cartucheira e dinheiro para Gil.
Luiz Nogueira poderá recorrer em regime fechado. Por ter curso superior deverá ficar em cela especial, com banheiro, cama, colchão, armário, televisão e geladeira. Ele continuará preso na cadeia de Sete Lagoas, onde está desde outubro de 2009.

O Promotor de Justiça pedirá a sua remoção para a cadeia de Minas Novas. Gil irá para o presídio de Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte.
Fonte: Com informações do Blog do Banu

Veja quanto cada parlamentar tem de patrimônio

Enquanto se discute o aumento MISERÁVEL DO SALÁRIO MÍNIMO deputados acumulão milhões de reais

Novos congressistas têm, em média, R$ 1 milhão a mais do que os reeleitos. Eles acumulam mais da metade de todos os bens declarados pelos deputados e senadores recém-empossados

Edson Sardinha, Mário Coelho e Rudolfo Lago*



Se o novo Congresso será mais rico na produção legislativa, só o tempo dirá. Mas os novos parlamentares já trouxeram um tipo de enriquecimento ao Parlamento. Eles têm, em média, R$ 1 milhão em patrimônio declarado a mais do que seus colegas que renovaram o mandato. Na média, cada novato tem R$ 3,48 milhões em bens, ante os R$ 2,35 milhões informados por cada reeleito.

A LISTA – Veja quanto cada um dos parlamentares declarou em bens

Os 240 novos parlamentares acumulam mais da metade de todo o patrimônio de R$ 1,6 bilhão declarado pelos congressistas empossados esta semana. Estão em nome deles propriedades avaliadas em R$ 835,4 milhões. Já entre os 327 que seguem no Congresso – incluídos aí os reeleitos e os parlamentares que mudaram de Casa legislativa –, a soma patrimonial bate em R$ 770,9 milhões.

Os dados fazem parte de levantamento feito pelo Congresso em Foco com base em informações registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Não entraram na conta as declarações feitas há quatro anos pelos 27 senadores ainda em meio de mandato.

Os mais ricos

Entre os recém-chegados, 86 declararam ter propriedades acima de R$ 1 milhão. Os três mais ricos são os deputados João Lyra (PTB-AL), com R$ 240 milhões e Newton Cardoso (PMDB-MG), com R$ 77,9 milhões, e o senador Blairo Maggi (PR-MT), com R$ 152 milhões. Lyra, Newton e Blairo já foram parlamentares em outras legislaturas. Além deles, aparecem na lista dos dez mais ricos outros três parlamentares que não estavam no Congresso no ano passado: o deputado Reinaldo Azambuja (PSDB-MS) e os senadores Ivo Cassol (PP-RO) e Eduardo Braga (PMDB-AM).

No grupo dos 327 reeleitos, 134 informaram à Justiça eleitoral possuir mais de R$ 1 milhão em bens, como imóveis, fazendas, empresas, aplicações financeiras, veículos, obras de arte e dinheiro em espécie. Entre eles, os donos das maiores fortunas são os deputados Alfredo Kaefer (PSDB-PR), com R$ 95 milhões, Sandro Mabel (PR-GO), com R$ 70 milhões, e Paulo Maluf (PP-SP), com R$ 39 milhões.

Desde quarta-feira (2), o Congresso em Foco publica uma série de reportagens sobre o patrimônio declarado pelos parlamentares no momento de registrar a candidatura. Em março do ano passado, o TSE aprovou uma norma deixando aberta a possibilidade de o candidato não seguir o modelo da Receita Federal. De acordo com o tribunal, a declaração serve para o eleitor ter mais informações sobre os candidatos e seus representantes políticos, como instrumento de transparência, e para permitir eventuais denúncias em caso de suspeita de enriquecimento incompatível.

Leia ainda:
Quem são os parlamentares com mais de R$ 1 milhão
Tiririca e 17 deputados dizem não ter patrimônio
PMDB e DEM concentram os mais ricos do Congresso

Dez mais ricos têm metade do patrimônio no Congresso

Fonte: Com informações do Congresso em Foco

Capelinha: homem é assassinado por motivo banal

A Vida por vinte reais

Por causa de um desentendimento sobre o pagamento de um aparelho de celular no valor de R$ 20 reais Silvano Ferreira dos Santos, anos desferiu seis golpes de faca em Eduardo Rodrigues dos Santos que veio a falecer no local.
Após cometer o crime Silvano fugiu do local. Populares informaram o possível paradeiro do criminoso que após cerco bloqueio da Polícia Civil, foi preso em uma fazenda e apresentado na Depol.
Silvano apresentava sintomas de embriaguez, confessou o crime e deu detalhes do assassinato.
Segundo ele, Eduardo teria cobrado o valor de vinte reais de um celular que supostamente ele havia estragado e começaram a discutir momento em que Eduardo teria se armado de uma pedra e partido pra cima dele, momento em que o mesmo desferiu seis golpes de faca na vítima fugindo logo a seguir. Em entrevista à Aranãs FM Silvano não manifestou arrependimento do ato.
Fonte: Com informações do Jornal da Cidade

Pedra Azul e Santo Antônio do Jacinto são exemplos no combate contra a dengue em Minas

Municípios do Vale apresentam experiências exitosas de enfrentamento à dengue

Os municípios de Pedra Azul e Santo Antônio do Jacinto, no Vale do Jequitinhonha, tiveram destaque na edição especial de 2011 do jornal do Colegiado dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems), que apresentou as experiências exitosas no enfrentamento à dengue no Estado de Minas Gerais.

Pedra Azul

Com o tema “Pedra Azul em ação no combate à Dengue: a formação estratégica das redes intersetoriais”, o município promoveu a incorporação de seu plano de ações à política pública municipal de controle à dengue, buscando, com isso, incentivar ações de participação da sociedade no combate à doença. Uma das principais ações realizadas foram as capacitações e a divulgação de informativos.

O coordenador de Vigilância em Saúde de Pedra Azul, Glaubert Souza, explicou que o município realiza avaliação do quadro de dengue e elabora relatórios de risco e avaliação das ações já desenvolvidas. “A partir de agora iremos discutir uma vez por semana um tema sobre a dengue, além de elaborarmos mensagens para serem divulgadas em faixas e um trabalho de conscientização nas casas por quarteirão, em mutirão com os agentes comunitários de saúde”, disse.

Segundo ele, essas ações são importantes devido ao aumento na incidência de dengue. “São muitos os desafios e pontos críticos, todavia, a evolução veio com a estruturação do setor de vigilância em saúde, a partir de janeiro de 2010, com a constituição da coordenação da vigilância em saúde municipal, iniciada pelas coordenações da atenção primária, de endemias e do programa de diagnóstico e vigilância em saúde rural”, ressaltou.

Santo Antônio do Jacinto

Em Santo Antônio do Jacinto o destaque foi o trabalho “Parceiros do combate à dengue”, que teve como objetivos identificar o grau de conhecimento da população sobre o problema da dengue, estabelecer rotinas de limpeza com a participação dos moradores, dividir responsabilidades e prestar assistência para a população orientando e monitorando para que todos participem do processo.

O secretário Municipal de Saúde de Santo Antônio do Jacinto, Arlan Lima, destacou que a implantação do projeto possibilitou o envolvimento da sociedade nas ações de combate ao mosquito Aedes aegypti. “Fizemos um diagnóstico da situação e a partir das informações levantadas reunimos e planejamos várias ações. Também definimos o dia do mutirão e colocamos anúncios em carros de som para convidar a população a participar da campanha.”

Sobre o mutirão de limpeza, Lima afirmou que os agentes de saúde e as escolas distribuíram sacos plásticos para que a própria população realizasse a limpeza dos quintais de suas residências. “No dia D foi realizado o recolhimento do lixo pela equipe de limpeza pública e, em pontos estratégicos, equipes de teatro realizaram dramatizações abordando o assunto”, finalizou.

O Jornal do Cosems, de periodicidade trimestral, está em sua segunda edição e prestigia os municípios que realizaram as ações mais eficazes de combate à dengue no Estado.

Fonte: Com informações do O Reporter

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo