29 de dezembro de 2010

Cohab/MG: Virgem da Lapa terá 38 casas populares


Comunidade de Cansanção que fica as margens da BR-367 é a beneficiada. Obra orçada em 1 milhão de reais

A construção das casas populares promoverá a melhoria sócio-econômica de Virgem da Lapa, no Médio Jequitinhonha, nordeste de Minas. Buscando consolidar o município no plano do desenvolvimento regional com a implementação e execução de obras de infra-estrutura e sociais, o prefeito Dim Martins (PT) assegurou a Comunidade de Cansanção a construção de 38 casas populares, um investimento mais de R$1 milhão que vai beneficiar famílias de baixa renda e sem moradia.

O projeto é uma parceria com a Cohab/MG, através do Governo de Minas, dentro dos Programas Lares de Minas e de Combate a Pobreza Rural.

A viabilização do projeto, já licitada as obras, foi aprovada pela Câmara Municipal, tendo a Administração Municipal como contrapartida a sessão do terreno, isenção fiscal na ordem de R$90 mil referente a tributos inerentes a execução das obras.

Explica o Chefe do Executivo que as obras vêm atender uma parcela do déficit habitacional do Município, sendo a Comunidade de Cansanção beneficiada com objetivos de atender grave situação social de alguns moradores, de combate ao êxodo rural e também descentralizar os investimentos priorizando as situações familiares mais críticas.

“É um projeto pioneiro que pretendemos ampliar a todo o município. Acreditamos que as obras contribuirão além da geração de empregos,na melhoria da qualidade de vida das famílias, como no crescimento sócioeconômica do Cansanção,” avaliou Dim Martins.

Fonte: Com informações do blogdobanu

Irapé: Operação Piracema garante desova de peixes

Foi divulgado mais um resultado parcial da Operação Piracema, realizada na bacia hidrográfica do Jequitinhonha (hidrelétrica de Irapé), na cidade de Grão Mogol.

Os militares do 4º pelotão de meio ambiente de Montes Claros apreenderam 61 redes de nylon seco e 146 kg quilos de pescado, além de quatro armas de fogo e duas motosserras, além de um barco.

- Os autores evadiram, mas estas apreensões devem garantir a desova dos peixes, principalmente nos afluentes do rio Jequitinhonha e Itcambiruçu, além da represa de Irapé – afirma, em nota, a 11ª Cia PM Ind MAT.

27 de dezembro de 2010

Aniversário:Virgem da Lapa comemora 62 anos

27 de Dezembro de 2010: Parabéns Virgem da Lapa

Foto: Vista panorâmica da Av. Brasil

Virgem da Lapa, cidade conhecida como a Princesinha do Vale, localiza-se no Médio Vale do Jequitinhonha, a cerca de 600 km de Belo Horizonte. Está situada ente os rios Araçuaí e Jequitinhonha. Sua origem data de 1729, quando o capitão-mor Antônio Pereira dos Santos ofereceu uma doação por meio de Carta Régia da Coroa Portuguesa.

Foto: vista parcial Baixinha

A emancipação político-administrativa chegou em 1948, por intermédio do decreto-lei nº 336, de 27 de dezembro. Atualmente, sua população é de aproximadamente 14 mil habitantes, que vivem numa área de 805 km2, dedicando-se sobretudo a atividades de agropecuária, mineração, agroindústrias comunitárias (cana-de-açúcar, leite, mandioca), marcenaria e artesanato.

A rede de ensino estadual no município é formada por cinco estabelecimentos (três na zona urbana e dois na zona rural), quatro de ensino fundamental e um de ensino médio (científico). Com poucas opções profissionais, grande parte da população, a maioria jovens, migra para os grandes centros em busca de trabalho e também de formação educacional (nível superior).




Localização
O município está localizado na região do vale do Jequitinhonha, estado de Minas
Gerais, e sua sede encontra-se nas coordenadas geográficas 16,80oS de latitude e 42,34oW de longitude (PNUD, 2000). A área total ocupa 871,89 km2 e está contida nas folhas topográficas Salinas (SE-23-X-B-III) e Araçuaí (SE-23-X-B-VI), em escala 1:100.000,editadas pelo IBGE.
A sede municipal encontra-se a 385,0m de altitude e distancia 716 km de Belo Horizonte passando pela BR-116.
Foto: Av. Brasil atualmente


Aspectos Fisiográficos
A temperatura média alcança 24°C e o índice médio pluviométrico é de 900 mm
anuais.O cerrado representa o principal tipo de vegetação. A paisagem predominante de relevo é montanhosa (60%), com feições planas (20%) e onduladas (20%). A altitude máxima, de 825 m, encontra-se no Morro Redondo e a mínima, de 381 m, na foz do rio Salinas. As principais drenagens que cruzam o município são os rios Jequitinhonha, Araçuaí,Vacarias e Salinas.

23 de dezembro de 2010

Natal solidario no Jequitinhonha

Grupo de amigos de Belo Horizonte a 15 anos levam roupas e alimentos para familias carentes.Dando um natal mais feliz para algumas familias.

Mais uma vez a imprensa, nessa caso a Globo Minas referente-se a região como uma das mais pobres; Até quando esse pensamento arcaico por parte da imprensa vai continuar? Porque não dizer...o Vale do Jequitinhonha uma das regiões mais ricas em cultura?

Decidimos postar esse vídeo pela atitude nobre das pessoas que estão nesse projeto.

Gastronomia do Jequitinhonha é revisitada em livro de receitas

As experiências gastronômicas de comunidades do Vale do Jequitinhonha foram contadas em verso e prosa pelo projeto Ambiente Gastronômico no Vale, uma iniciativa do Sebrae/MG, em parceria com o Programa Turismo Solidário, do sistema Sedvan/Idene.

Foto:Participantes do projeto Ambiente Gastronômico no Vale

Moradores das comunidades de Mendanha, distrito de Diamantina; Bonfim e Alecrim, distritos de São Gonçalo do Rio Preto; e Capivari, distrito do Serro, todos contemplados pelo Turismo Solidário, foram convidados pelo Sebrae/MG para participar do projeto, que tem o intuito de trocar receitas da culinária local e compartilhar os saberes e fazeres da região. O resultado dessa iniciativa foi reunido em quatro livros que foram lançados, no mês de dezembro, em cada uma das localidades.

A coordenadora do projeto, Maria Sônia Madureira Pinho, conta que a pesquisa, que teve início em agosto de 2008 e durou cinco meses, se deu de forma coletiva e organizada. Em cada um dos quatro distritos, o grupo gestor do Programa Turismo Solidário reuniu cerca de 20 pessoas, que passaram a relatar e registrar em cadernos as experiências gastronômicas da sua região norteadas por cinco eixos: Receitas Salgadas, Receitas Doces, Ambiente Gastronômico, Hábitos e Costumes e Manifestações Culturais.

“Esse foi um emocionante processo de resgate da memória gustativa, olfativa e, principalmente, afetiva dos lugares e das pessoas que nos acolheram e com quem convivemos estreitamente. Pura história de Minas Gerais transformada em quitandas, salgados, doces, garrafadas e infusões. Receitas de vida e de fé”, define Maria Sônia.

Cultura de gerações

Segundo Maria Sônia, o relacionamento entre as mulheres pesquisadas determinou a estratégia do trabalho. “A culinária mineira é marcada pela oralidade, com receitas transmitidas por gerações. E o caderno de receitas é percebido como um verdadeiro patrimônio familiar, sinônimo de vivências compartilhadas”, explica.

Com base nessa constatação, foi incorporado às pesquisas o conceito do caderno de receitas, que se tornou o elo entre as mulheres e as suas comunidades, entre pesquisador e pesquisados. A partir daí, a principal missão foi expandir o olhar das envolvidas de dentro de casa para fora dela, do familiar para o social.

Com essa visão inovadora, as mulheres tornaram-se as protagonistas do resgate da sua cultura, de suas tradições e dos seus rituais, escrevendo a própria história por meio das receitas de suas famílias e do seu território. “Na riqueza do convívio, em conversas e trocas, revelaram-se os hábitos do cultivar, do colher e das diferentes maneiras de criar e recriar o alimento. As experiências do campo trouxeram respostas inusitadas”, diz Maria Sônia.

Pode-se perceber que cada município tem uma forma particular de lidar com as receitas e ingredientes. Na observação dos usos e costumes, a revelação da expressiva mobilidade das ervas e “matos”. A horta que se apresenta como elementar no cotidiano, possui funções diferenciadas que se interconectam, dependendo da missão: podem servir para benzer ou para temperar.

Lançamento

O lançamento dos livros reuniu as mulheres, suas comunidades e suas manifestações culturais. Em Alecrim e Bonfim, foi feita uma reza e todos dançaram o forró. Em Mendanha, o lançamento das obras teve a participação das crianças da comunidade e muita poesia. Em Capivari, uma peça de teatro homenageou quatro gerações, com a participação de crianças de dois anos e mulheres de 80, cujo enredo narrava o conteúdo dos livros.

Para a coordenadora do projeto Ambiente Gastronômico, Maria Sônia, o que deve ser ressaltado é o fato de que os tradicionais cadernos de receitas se transformaram em livros, escritos a muitas mãos, com a generosidade e a sabedoria de muitas gerações, que agora podem disseminar o conhecimento.

Os livros serão distribuídos para os representantes locais do setor de turismo, escolas, institutos culturais e universidades da região e entorno.
Fonte: Com informações da Agência Minas

Vales Mucuri e Jequitinhonha: reunião de prefeitos prepara SAMU

As cidades de Itaobim, Almenara e Araçuaí podem ter unidades menores para deslocar pacientes em caráter de emergência


A implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência- SAMU, nos Vales Mucuri e Jequitinhonha começou a ser definida.Uma reunião de prefeitos e lideranças regionais na em Teófilo Otoni, formou o consórcio de municípios para administrar o SAMU.

O projeto será implantado com recursos do governo do Estado e da União, com valor estimado e até R$ 5 milhões de reais. Teófilo Otoni terá uma base e central de operações a ser construída em terreno ao lado da Escola Sidônio Otoni, na Vila Pedrosa.

O gerente regional de saúde em Teófilo Otoni Ivana Santana, comenta que o atendimento médio de Urgência e Emergência será melhorado comas unidades do SAMU. “Elas vão atender ainda aos pacientes do Sistema Único de Saúde, além dos pacientes vítimas de desastres na região.

A diretoria do consórcio que vai administrar o sistema terá troca de presidente a cada ano e alternado, entre um líder do Mucuri e um do Jequitinhonha.

Fonte: Com informações do Tonoticias

18 de dezembro de 2010

Br 367: acidente deixa quatro mortos e oito feridos

Desastre aconteceu entre as cidades de Itinga e Araçuaí . Motorista teria feito ultrapassagem em local proibido

Quatro pessoas morreram e oito ficaram feridas em um acidente na BR-367 na noite desta sexta-feira (17), entre Itinga e Araçuaí, no médio Jequitinhonha. De acordo com a Polícia Militar, o motorista de um caminhão que transportava 12 pessoas na carroceria do veículo tentou fazer uma ultrapassagem em local proibido, perdeu o controle e caiu em uma ribanceira.

O acidente ocorreu a 5 km da comunidade do Taquaral, Araçuaí. Na altura do km 247 da BR-367.

Duas pessoas morreram hora e duas a caminho do hospital. Seis feridos estão internados no Hospital São Vicente de Paulo, em Araçuaí. De acordo com uma funcionária eles permanecem em observação e não correm risco de morte.

Outros dois feridos estão no Hospital Santa Rosália, em Teófilo Otoni. A instituição informou que não pode informar o estado de saúde dos pacientes. O caminhão foi apreendido por transporte irregular de pessoas.
Fonte: Com informações do G1

14 de dezembro de 2010

Thales Maioline: golpista tinha ramificação em Araçuaí

Suspeito de golpe milionário é ouvido pela polícia em BH

Thales Maioline se entregou à polícia no domingo (12/12/10)
Ele era procurado desde agosto, quando teve a prisão decretada


Thales Maioline, suspeito de dar um golpe milionário em cerca de dois mil investidores em Minas, é ouvido na manhã desta terça-feira (14) em Belo Horizonte. A informação é da assessoria da Polícia Civil. O delegado Anselmo Gusmão toma o depoimento do homem de 34 anos no Departamento de Investigações – Divisão Especializada em Investigação de Crimes Contra o Patrimônio, que fica no bairro Carlos Prates, região noroeste da capital.

O homem se entregou à polícia no domingo (12) e foi levado para o Centro de Remanejamento de Segurança Prisional (Cersp) São Cristovão, de acordo com a Polícia Civil. Segundo informações da polícia, ele era procurado desde o início de agosto, quando teve a prisão decretada. O suspeito teria sumido com o dinheiro de investidos atraídos pela promessa de rentabilidade alta. Thales Maioline se apresentou espontaneamente à Seccional Noroeste, no bairro Alípio de Melo e passou por exame de corpo de delito.

O advogado Marco Antônio de Andrade, que defende Maioline, disse o G1 neste domingo (12) que o cliente decidiu se entregar para "dar solução ao caso". "Não fazia sentido continuar onde estava, se tornar um eterno fugitivo não tem razão de ser", falou o advogado.

Maioline era dono da Firv Consultoria e deu entrevista ao jornal Estado de Minas, onde contou ter se refugiado no interior da Bolívia e disse que está pronto para se entregar. Ao jornal, ele afirmou que decidiu se entregar para proteger a irmã e um amigo, sócios da empresa, e que estariam sendo ameaçado de morte. A apresentação espontânea pode atenuar a pena. O jornal diz que a fraude pode chegar a R$ 86,1 milhões.

Araçuaí
Quando a prisão dele foi decretada, segundo a polícia, Maioline teria dado o golpe milionário em cerca de 2 mil investidores de varias cidades mineiras. Segundo as investigações, a Firv captava recursos, oferecia altos rendimentos, mas não conseguia pagá-los. A empresa com sede em Belo Horizonte tinha uma ramificação em Araçuaí, no médio Jequitinhonha, de acordo com a polícia. Alguns investidores foram investigados por sonegação, por não terem declarado as aplicações ao Imposto de Renda.
Fonte: Com informações do G1

12 de dezembro de 2010

Radio: no ar Vozes do Vale

É com enorme prazer que o Programa Polo de Integração da UFMG no Vale do Jequitinhonha comunica a todos a volta do Vozes do Vale à grade de programação da rádio da Universidade


Confluência de vozes agora também pelas ondas do rádio.

Apresentado semanalmente por Bruna Acácio e Phellipy Jácome, o programa tem por objetivo divulgar os podcasts produzidos pelos jovens do Jequitinhonha durante as oficinas do projeto.


Nessas oficinas, eles aprendem um pouco sobre produção em áudio, gêneros radiofônicos e recursos de edição.


O principal objetivo do projeto é que os jovens do Vale tenham um espaço permanente de visibilidade, para expressarem suas vozes e abordarem temas do seu dia a dia, através dessa ferramenta de produção em áudio.


O canal aberto entre a universidade e o protagonismo juvenil do Vale do Jequitinhonha pode ser conferido na rádio UFMG Educativa, nos horários:


Segunda-feira: 12h20m (estréia)


Terça-feira: 16h15m (reprise)


Quinta-feira: 01h30 (reprise)


Para ouvir, basta sintonizar a frequência 104, 5 FM na região metropolitana de Belo Horizonte ou acessar a página da rádio na web, com transmissão ao vivo:

www.ufmg.br/online/radio

Fonte: Com informações da UFMG

8 de dezembro de 2010

Prefeito do PT-MG de Itinga não é expulso por falta de provas

Prefeito de Itinga escapa de expulsão

O PT de Minas Gerais expulsou neste sábado três prefeitos acusados por integrantes do partido de promover nas eleições o "Dilmasia", voto casado em Dilma Rousseff (PT) para presidente e em Antonio Anastasia (PSDB) para governador. A decisão foi tomada por unanimidade pelo Diretório Estadual do partido.

Foram expulsos os prefeitos de Mutum, Gentil Caldeira; de Central de Minas, Gilmar de Souza; e de Itaipé, Gilmar Nery. Eles poderão recorrer ao Diretório Nacional do PT.


No Estado, o PT apoiou a candidatura derrotada de Hélio Costa (PMDB) ao governo, mas alguns prefeitos petistas trabalharam pelo tucano.

Itinga
Outros dois prefeitos, de Andradas e Itinga, também estavam ameaçados de expulsão, mas o diretório decidiu apenas adverti-los por falta de provas materiais.

No caso dos expulsos, afirmou o presidente do PT-MG, Reginaldo Lopes, há evidências como vídeos e testemunhas. Ele também citou a participação do prefeito em manifestações públicas de apoio a Anastasia e na assinatura de manifestos.

Os prefeitos expulsos não foram encontrados pela reportagem neste sábado. No último dia 24, quando teve a expulsão pedida pela Executiva do PT mineiro, o prefeito de Mutum disse à Folha considerar a decisão injusta e que lutaria para ficar no partido, apelando até ao presidente Lula.

Gentil Caldeira disse na ocasião que apenas priorizou a candidatura de Dilma, apoiando Anastasia para, em troca, PSDB e DEM na cidade apoiarem a presidenciável petista.
Fonte: Com informações do Jornaldiadia

2 de dezembro de 2010

Diamantina terá sede regional do TRE-MG


A Região Eleitoral do Jequitinhonha vai abranger 15 cidades

O TRE-MG aprovou o nome do Desembargador Moacyr Pimenta Brant para patrono da sede da Região Eleitoral do Jequitinhonha a ser instalada em Diamantina. O presidente do TRE, desembargador Baía Borges, justificou a escolha lembrando os relevantes serviços prestados ao Judiciário local pelo desembargador Moacyr Pimenta Brant, cujo centenário será comemorado em 2011.(Foto:Tre-MG de Belo Horizonte)

Breve histórico do desembargador

Natural de Diamantina, exerceu as funções de Juiz de Direito naquela comarca, tendo sido, também, promotor de Justiça em Minas Gerais, corregedor do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais, de 1980 a 1981, e professor da Universidade de Minas Gerais. Quando formou-se em Direito, pela Universidade Minas Gerais, em 1936, recebeu o prêmio Rio Branco como melhor aluno do curso nos cinco anos – prêmio que, anos mais tarde, seria também recebido por seu filho, o ex-deputado Roberto Brant. Foi promotor de justiça em Dores do Indaiá e Pitangui e juiz de direito em Caldas, São Sebastião do Paraíso e Belo Horizonte, além de Diamantina.

O homenageado era pai de 10 filhos, entre eles o compositor mineiro Fernando Brant. Teve várias obras publicadas. Morreu em março de 2004.

A Região Eleitoral do Jequitinhonha, que vai abranger 15 cidades, integra uma das 12 regiões criadas pelo TRE em agosto de 2009 com o objetivo de descentralizar as atividades administrativas da Justiça Eleitoral mineira para a melhoria da prestação dos serviços.

Saiba mais

As regiões eleitorais têm como principais objetivos armazenar as urnas eletrônicas das zonas eleitorais da respectiva região; participar da realização dos procedimentos de preparação para as eleições, capacitação de servidores, treinamento de mesários e testes de sistemas eleitorais e coordenar as campanhas de valorização do voto, de contato permanente com as associações de bairro e demais organizações da sociedade, visando à transparência das atitudes políticas e à soberania da vontade popular.

Segundo a Resolução 775/2009, a criação das regiões eleitorais levou em consideração três pontos principais: a necessidade de consolidar o novo modelo de gestão administrativa baseado no planejamento estratégico do TRE-MG; a procura pela redução de custos, pela otimização da utilização dos recursos financeiros, bem como pela melhoria da qualidade e eficácia na prestação de serviços; e as limitações apresentadas pelo atual modelo de armazenamento das urnas eletrônicas (no qual parte das urnas fica na capital, outra em zonas eleitorais do interior com condições de abrigar os equipamentos a elas destinados).

As 12 Regiões Eleitorais no Estado são Região Noroeste, com sede em Paracatu; Região Alto do Paranaíba, com sede em Patos de Minas; Região Central, com sede em Belo Horizonte; Região Norte, com sede em Montes Claros; Região Leste, com sede em Governador Valadares; Região Jequitinhonha, com sede em Diamantina; Região Mucuri, com sede em Teófilo Otoni; Região da Mata, com sede em Juiz de Fora; Região Campo das Vertentes, com sede em Lavras; Região Sul, com sede em Varginha; Região Sudoeste, com sede em Passos; Região Triângulo, com sede em Uberlândia.

O TRE já instalou as seguintes regiões eleitorais: Região Eleitoral Mucuri (sede em Teófilo Otoni); Região Eleitoral Noroeste (sede em Paracatu); Região Eleitoral da Mata (sede em Juiz de Fora); Região Eleitoral Central (sede em Belo Horizonte) Região Eleitoral Alto Paranaíba (sede em Patos de Minas).

Fonte: Com informações da Assessoria de Imprensa do Tre-MG


1 de dezembro de 2010

IBGE divulga os resultados do Censo 2010 de Virgem da Lapa

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)divulgou o balanço parcial do Censo 2010. Minas Gerais ficou em segundo lugar em número de pessoas residentes no estado, com 19.159.260 de habitantes, atrás apenas de São Paulo.

IBGE divulga os resultados oficiais do Censo 2010.Virgem da Lapa localizada no médio Jequitinhonha com 868,91 km2 , em 2000 tinha 13.672 habitantes. De acordo com censo 2010 hoje o município possui 13.625, portanto houve uma leve queda de 0,34% no número de residentes em relação ao ano 2000, cerca de 47 pessoas. As mulheres compõe a maior parte da população, do total de moradores 6.868 são mulheres, o total de homens somam 6.757.

Quem reside no município tem uma impressão de há mais homens do que mulheres , pois a circulação deles (homens) no centro da cidade, em festas, convenções, etc são predominantes. A pergunta que se faz é: onde estão essas mulheres ?

Dados do IBGE revelaram que a maior parte da população de Virgem da Lapa vive na zona urbana .

São 6.842 pessoas vivendo na cidade e 6.783 pessoas vivem no campo. Os números revelaram também que há 5.147 domicílios.

Evolução Populacional-Virgem da Lapa

1991

13925 habitantes

1996

13773 habitantes

2000

13672 habitantes

2007

14103 habitantes

2010

13625 habitantes


Os resultados do IBGE apontaram um aumento populacional nas principais cidades do Vale do Jequitinhonha, veja os dados logo abaixo.

Cidades

População/2000

População/2010

Variação em relação a 2000

Almenara

35385

38779

+9.59%

Araçuaí

35713

36041

0,92%

Capelinha

31231

34796

+11.41%

Diamantina

44259

45884

+3.67%

Minas Novas

30646

30803

0,51%


Em Em relação ao médio Jequitinhonha as únicas cidades de pequeno porte que tiveram crescimento foram Itinga e Jenipapo de Minas

Cidades

População/2000

População/2010

Variação em relação a 2000

Berilo

10309

10244

-0,63%

Coronel Murta

9134

9117

-0,19%

Chapada do Norte

15225

15165

-0,39%

Itinga

13894

14407

3,69%

Francisco Badaró

10309

10244

-0,63%

Jenipapo de Minas

6490

7117

9,66%


Fonte: Com informações do IBGE,Primeiros Resultados/G1


Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo