9 de junho de 2010

Caravana do BDMG chega ao Jequitinhonha

O objetivo é levar crédito às regiões de baixo dinamismo econômico do Estado

Com o objetivo de levar crédito às regiões de baixo dinamismo econômico do Estado, o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) leva a Caravana do Desenvolvimento, de 8 a 10 de junho, a cinco municípios da região do Jequitinhonha/Mucuri: Araçuaí, Itaobim, Medina, Pedra Azul e Almenara. Constituída de analistas e gerentes do Banco, a equipe irá apresentar aos empresários das cidades as linhas de financiamento mais adequadas a seus negócios, estejam eles no campo ou na cidade. Aberto ao público, o evento conta com palestra e atendimento personalizado.


Depois de percorrer 26 cidades mineiras de diferentes regiões, como Alto Paranaíba, Central, Centro-Oeste e Norte, a Caravana do Desenvolvimento chega aos municípios de Jequitinhonha/Mucuri para mostrar aos empresários as reais possibilidades de expansão de seus empreendimentos. No evento, o participante conhece melhor o processo de contratação do crédito, entende como pode solicitá-lo e quais as linhas pertinentes a cada perfil empresarial. “Além de conhecer o BDMG, trata-se de um momento oportuno para perceber a facilidade de acesso a recursos financeiros, inclusive via internet”, afirma o gerente de Negócios do Banco e coordenador da Caravana em Jequitinhonha/Mucuri, Leonardo Parma.

Uma das linhas que promete atrair a atenção dos empreendedores da região é a recém-lançada Geraminas Dinamizar - criada especialmente para as micro e pequenas empresas e cooperativas de produção situadas nas regiões de baixo dinamismo de Minas (Jequitinhonha, Mucuri, Rio Doce, Norte do Estado e municípios atendidos pelo Programa Travessia, projeto estruturador do governo de Minas em prol do desenvolvimento social de comunidades de baixo IDH).
Com juros de 9% ao ano para pagamentos em dia, a nova solução financia projetos para capital de giro (de R$ 5 mil a R$ 180 mil) e investimentos fixos ou mistos (acima de R$ 25 mil até R$ 360 mil). Entre as vantagens estão o prazo de carência de três meses; prazo total de pagamento de até 60 meses para imóveis comerciais; de até 24 meses para capital de giro; e de até 36 meses para outros tipos de investimento.

O presidente da ACI de Araçuaí fala sobre a caravana
Para o presidente da Associação Comercial e Industrial de Araçuaí, Mateus de Sousa, a visita da Caravana do Desenvolvimento será de grande importância para o município e seu entorno. “Muitos habitantes de Coronel Murta, Itinga, Virgem da Lapa e Francisco Badaró, por exemplo, vêm a Araçuaí para ir a bancos e ao hospital.

Se houvesse empresas de diferentes setores, todos seriam muito mais bem atendidos. É por isso que nossa expectativa é a de receber apoio do BDMG, para que os empresários tenham chance de crescimento e possam absorver a mão de obra existente.”
Fonte: Com informações da Agência Minas

Um comentário:

  1. Preciso saber se na cidade tem alguma pousada. Qualquer tipo de hospedagem. E tb como se chega na cidade vindo do RJ.
    agurado contato
    rafaela.tatagiba@gmail.com
    www.rafatatagiba.blogspot.com

    Ja vi q nao tem site da prefeitura

    obrigada

    ResponderExcluir

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo