29 de junho de 2010

Programa Travessia: Berilo e Caraí recebem prêmio

O Travessia promove inclusão social, geração de renda e melhoria na qualidade de vida das pessoas

O Travessia promove inclusão social, geração de renda e melhoria na qualidade de vida das pessoas. Com a expansão, serão 230 municípios contemplados em todo o Estado, totalizando 2 milhões de pessoas atendidas. As ações do Travessia são desenvolvidas principalmente nas áreas de saúde, educação, geração de renda, infraestrutura urbana, saneamento e capacitação profissional. O investimento do Governo de Minas nas ações soma R$ 600 milhões.

O governador Antonio Anastasia participou, nessa quarta-feira (23), no Auditório Juscelino Kubitschek, na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, da apresentação do balanço das atividades do programa Travessia. Lançado em 2008 pelo Governo de Minas, o programa está combatendo a pobreza nas cidades com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), por meio da ação integrada entre 22 secretarias e órgãos estatais.

Prêmio

Durante a solenidade, o governador entregou o prêmio “Destaque na Gestão Municipal do Programa Travessia/2009” aos municípios de Caraí, Berilo, no médio Jequitinhonha, e Santa Helena de Minas, no Vale do Mucuri. Os três municípios tiveram melhor desempenho na execução das ações do Travessia de acordo com critérios de eficiência, eficácia e efetividade. A premiação visa valorizar a destinação correta dos investimentos públicos, a mobilização da comunidade e o cumprimento do cronograma de obras dentro dos prazos estabelecidos. O prêmio será a assinatura de novo convênio no valor de R$ 70 mil com cada um dos municípios destacados.

O prefeito de Caraí comemora

O prefeito de Caraí, Jener João Gomes Neiva, é um dos premiados. Segundo ele, “o programa Travessia trouxe uma série de melhorias, principalmente na área de infraestrutura. Conseguimos realizações que, anos atrás não passavam de sonhos, principalmente nas áreas de habitação, saúde e educação”, comemorou.

Fonte: Com informações do Portal Click

Coral Ouro de Minas apresenta na UFMG

Jovens do Coral Ouro de Minas, de Itaobim-MG, apresentam-se na Praça de Serviços da UFMG, durante a programação cultural da 10ª Feira de Artesanato do Vale do Jequitinhonha na UFMG

Rubinho do Vale lança mais um trabalho

Em clima de festa junina o artista lança novo CD

"Arraiá do Rubinho" é o mais recente projeto do compositor e cantor Rubinho do Vale. Como ele mesmo gosta de falar, o trabalho, apesar de ser destinado ao público infantil, atinge também a crianças de todas as idades.
No CD é possível encontrar canções, brincadeiras e contos. Com isso o cantor inova e lança um trabalho que vai além da música.

Fonte: Com informações da UFMG

21 de junho de 2010

Araçuaí: Ministério Público exige prestação de contas

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE NÃO REALIZA PRESTAÇÃO DE CONTAS EXIGIDA PELO MINISTÉRIO PÚBLICO

O Ministério Público exigiu da Secretaria Municipal de Saúde de Araçuai a realização de uma audiência pública para a prestação de contas da referida pasta. Por lei esta prestação deve ser feita trimestralmente. Entretanto a Secretaria Municipal de Saúde de Araçuaí ainda não realizou nenhuma prestação de contas. A audiência pública foi marcada para tarde da ultima sexta feira, dia 11 de junho, na Câmara Municipal de Araçuaí.

A audiência pública teve início por volta das 13:00 horas da tarde. O auditório da câmara estava cheio. O secretario Kildare Almeida no início de sua apresentação afirmou que a contadora responsável pela parte contábil estava doente e acamada e que por isso não poderia comparecer.
Kildare afirmou que a sua apresentação ficaria um pouco comprometida por causa do fato, a secretaria por lei já deveria ter realizado a prestação de contas trimestralmente. Kildare apresentou um relatório sobre as metas conquistadas e a conquistar, a estrutura da secretaria municipal de saúde, número de funcionários e projetos.

Ao final da apresentação o público e os vereadores ficaram desapontados e muitos indignados, uma vez que todo cidadão tem o direito de saber como o dinheiro público é utilizado. Segundo Artur Candido não houve uma prestação de contas.
Os vereadores e os representantes do Conselho Municipal de saúde tinham dúvidas em relação aos números apresentados pela Secretaria Municipal de saúde e durante a audiência queriam esclarecê-los, o que não foi possível uma vez que o secretario afirmou que não tinha como responder uma vez que esta responsabilidade era da contadora que estava doente.
Durante a audiência que durou cerca cinco horas, os presentes também participaram e fizeram uma série de questionamentos ao secretário, grande parte delas não foram respondidas pela ausência da contadora.

Segundo o presidente da câmara Carlindo Dourado, o promotor determinou que tudo que acontecesse na câmara fosse filmado e enviado também um relatório para o ministério público.
Exigir dos governantes o mínimo de transparência com os recursos públicos é cumprir com o dever de cidadania para manter os governos como servidores dos cidadãos.
Fonte: Com informações do Portal Ara

20 de junho de 2010

Iepha/MG conclui restauração de imagem de igreja da cidade de Minas Novas

A imagem de São Pedro da Igreja Matriz de São Francisco, em Minas Novas, médio Jequitinhonha - uma das 10 imagens selecionadas no Programa de Restauração de Acervos

A imagem de São Pedro da Igreja Matriz de São Francisco, em Minas Novas, no médio Jequitinhonha - uma das 10 imagens selecionadas no Programa de Restauração de Acervos do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha/MG), órgão vinculado ao Sistema Estadual de Cultura, está pronta para ser devolvida a sua comunidade de origem.

Segundo o gerente de Elementos Artísticos da Diretoria de Conservação e Restauração do Iepha/MG, Yukie Watanabe, a previsão inicial era que a peça ficasse pronta em até sete meses. “Porém, após limpeza e exames mais detalhados, foi possível verificar que seu estado de conservação era bom, com apenas algumas perdas na estrutura, como danos na base e em pequenas áreas no livro e na tiara papal”, revela.

A imagem, que passou por um processo químico para remoção de camada de repintura sobre policromia original, remoção de intervenções inadequadas na mão esquerda, reconstituição de um dedo e consolidação do suporte, será entregue à comunidade de Minas Novas na próxima quinta-feira (24), pelo diretor de Conservação e Restauração do Iepha/MG. Segundo o padre Fernando Luís dos Santos, responsável pela Igreja Matriz de São Francisco, a imagem chega a tempo da festa de São Pedro que, este ano, excepcionalmente, será comemorada no dia 11 de julho.

Restauro ao alcance da comunidade

Durante todo o processo de restauração, iniciado em janeiro, a comunidade pôde acompanhar o trabalho realizado na imagem através de dois canais. O primeiro deles foi o ateliê vitrine, conceito implantado no Iepha/MG há cerca de um ano, que possibilita que as pessoas conheçam de perto o detalhista trabalho de restauração. O outro canal foi o blog Restauração Ateliê, disponível no site www.iepha.mg.gov.br, onde, quinzenalmente, fotos e um pequeno texto explicativo eram postados para que as pessoas acompanhassem o passo a passo do trabalho.

As demais peças que continuam sendo restauradas desde o começo do ano pelo Programa de Restauração de Acervos têm conclusão prevista para setembro. Interessados em acompanhar o trabalho de recuperação podem se utilizar dos canais interativos, agendando uma visita ao ateliê ou visitando o blog.
Fonte: Com informações da Agência Minas

17 de junho de 2010

Artesãs do Alto Jequitinhonha expoem Cerâmicas no Rio de Janeiro

Esta é a sexta mostra que o CNFCP dedica ao Vale do Jequitinhonha
Exposição e venda de cerâmicas produzidas por artesãs das comunidades de Campo Alegre, Campo Buriti e Coqueiro Campo, situadas nos municípios de Minas Novas e Turmalina, integrantes do Alto Jequitinhonha, no nordeste de Minas Gerais.
Esta é a sexta mostra que o CNFCP dedica ao Vale do Jequitinhonha, fato que demonstra a importância da região no cenário da produção artesanal do país.

Organizadas em duas associações - a Associação de Lavradores e Artesãos de Campo Alegre e a Associação dos Artesãos de Coqueiro Campo - as artesãs atuam numa rede de solidariedade, e ali, por intermédio de encomendas e da participação em feiras e eventos, em sua maioria encontram a maneira de viabilizar a venda de suas peças.

A atividade representa mais do que uma alternativa de subsistência. Da retirada da matéria-prima até a sua transformação em objeto, as artesãs lançam mão de um saber transmitido oralmente por suas avós, mães, tias e sogras. Memória coletiva essa que evoca relações simbólicas, que sustentam a história e tradição local.

A exposição conta com o patrocínio da Caixa Econômica Federal no âmbito de contrato assinado entre a Associação Cultural de Amigos do Museu de Folclore Edison Carneiro e o banco para a realização de sete exposições da Sala do Artista Popular e um encontro dos artesãos e artistas expositores previsto para o final do ano, no Rio de Janeiro.

Serviço
Sala do Artista Popular “Nos campos do Vale: cerâmica no Alto Jequitinhonha”

Período: 11.06 a 11.07.2010

Exposição e venda: terça a sexta-feira, das 11 às 18h ; sábados, domingos e feriados, das 15 às 18h

Apoio
Secretaria de Cultura, Turismo e Comunicação de Minas Novas, MGSuperintendência do Iphan em Minas Gerais

Patrocínio
Caixa Econômica Federal
Realização
Associação Cultural de Amigos do Museu de Folclore Edison Carneiro Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular / Iphan / Ministério da Cultura
Informações
Setor de Difusão Cultural(21) 2285-0441, ramais 204, 205 e 206

Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular
Rua do Catete, 179 (metrô Catete), Rio de Janeiro, RJ 22.220-000
Fonte: Com informações do Site Onhas

16 de junho de 2010

Ex-ministro Murilo Badaró é enterrado em BH

Ele foi um dos mais influentes políticos do Vale do Jequitinhonha

Político iniciou sua carreira em 1958 como deputado estadual do antigo PSD

Foi sepultado no início da tarde desta terça-feira (15), no Cemitério do Bonfim, em Belo Horizonte, o corpo do presidente da Academia Mineira de Letras, ex-ministro, ex-senador e ex-deputado, Murilo Badaró. Vítima de infarto agudo, Badaró morreu na noite de ontem, aos 78 anos, em seu apartamento na região Centro-sul da capital mineira.

Políticos de várias gerações e cores partidárias estiveram no velório, que aconteceu na sede da Academia Mineira de Letras. Entre outros, estiveram o ex-deputado federal Israel Pinheiro Filho, o deputado federal Bonifácio Andrada (PSDB), o ex-governador Aécio Neves (PSDB), o governador Antonio Anastasia (PSDB), o prefeito da cidade, Márcio Lacerda (PSB), a deputada federal Jô Moraes (PCdoB) e o senador Hélio Costa (PMDB).

Badaró iniciou sua carreira política em 1958, sendo eleito deputado estadual com apenas 27 anos. Em 1962, foi reeleito com expressiva votação. Em sua autobiografia, Badaró se apresenta como um político militante dos quadros do antigo PSD (Partido Social Democrático). Durante seu mandato no Legislativo estadual, ocupou o cargo de secretário da Casa Civil no Governo Israel Pinheiro.

Em 1966, foi eleito deputado federal, cargo pelo qual se reelegeu sucessivamente até se tornar senador, em 1979. Na década de 1980, foi ministro da Indústria e Comércio do Governo de João Figueiredo. Em 2004, elegeu-se prefeito de Minas Novas, no Vale do Jequitinhonha, onde nasceu em 13 de setembro de 1931. Atualmente, era filiado ao Partido Progressista (PP).

Escritor, com destaque para as premiadas obras biográficas de homens públicos do país, Badaró assumiu a presidência da Academia Mineira de Letras em 1998. O ex-minitsro deixa viúva Lucy Prado, com quem estava casado há 54 anos, sete filhos, 16 netos e quatro bisnetos.

Fonte: Com informações do Portal R7

PT de MG pede explicação a prefeito que apoia 'Dilmasia'

A Executiva Estadual do PT em Minas Gerais informou que adotará medidas diante de qualquer apoio de filiados do partido às candidaturas de adversários no Estado. A Secretaria de Assuntos Institucionais do diretório mineiro notificou nesta semana o prefeito de Itinga, Charles Ferraz (PT), que no mês passado, durante evento na Cidade Administrativa, classificou como "uma boa ideia" e defendeu o voto casado para a presidenciável petista Dilma Rousseff e o governador Antonio Anastasia (PSDB), que disputa a sucessão estadual. O suposto movimento é chamado de "Dilmasia".

Ferraz alegou que a população da cidade, de 14,7 mil pessoas, apoia as gestões estadual e federal e defende a continuidade. O prefeito, na ocasião, assinou convênio com o governo do Estado para receber R$ 250 mil para asfaltamento de uma área rural do município do Vale do Jequitinhonha - símbolo do lançamento do programa Fome Zero no primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O diretório estadual petista considerou a disposição manifestada pelo prefeito de apoio ao governador tucano como uma questão "inadmissível para qualquer filiado do PT". A Executiva Estadual determinou o prazo de 15 dias para que Ferraz esclareça as declarações à direção do partido.

Durante assinatura de convênios entre municípios e o governo do Estado para investimentos em infraestrutura, na Cidade Administrativa, o prefeito de Itinga, no médio Jequitinhonha, Charles Ferraz (PT), foi um dos que confirmou esse movimento abertamente. "É uma parceria que tem dado certo. A ex-ministra Dilma (Rousseff) e o professor (Antonio) Anastasia têm tido uma parceria antiga com o nosso município. Não é só agora, mas em outros momentos também, o governo de Minas tem sido um parceiro de todas as horas do nosso município", disse, destacando que vai deixar o seu eleitor "à vontade" para votar em Dilma e Anastasia.

Procurado, o prefeito não foi localizado.
Fonte: Com informações da Agência Estado

15 de junho de 2010

Barragens beneficiam familias do Jequitinhonha e norte de minas

O objetivo é reduzir as ações emergenciais, aumentar a oferta permanente de água e assegurar o desenvolvimento econômico

Água disponível para o abastecimento das famílias, garantindo a sobrevivência; viabilização da irrigação de pequenas lavouras; água disponível para cuidar das criações, valorização da terra. Estes são alguns dos resultados imediatos proporcionados pela implantação do Programa Convivência com a Seca e Inclusão Produtiva. “Eu nunca esperava de ter uma água de qualidade como esta, na minha propriedade. Melhor do que isso, só quando eu morrer e for pro céu.” Com esse depoimento, o produtor Ilário Pinto de Oliveira, da Fazenda Capitólio, em Teófilo Otoni, fala dos benefícios trazidos pela barragem de terra construída na comunidade.

Visando reduzir as ações emergenciais, aumentar a oferta permanente de água e assegurar o desenvolvimento econômico do Norte do Estado e dos vales do Jequitinhonha e Mucuri, o Governo de Minas instituiu, em 2008, o Comitê Gestor de Convivência com a Seca e Inclusão Produtiva para coordenar as ações no semiárido mineiro. A Fundação Rural Mineira (Ruralminas), dentre outros órgãos que fazem parte do Comitê, é a responsável pela execução de pequenas barragens nos municípios da região.

A metodologia consiste na construção de pequenos barramentos de terra para o armazenamento de água, com o objetivo de recuperar as áreas degradadas pelas chuvas, perenizar mananciais com água de boa qualidade e amenizar as consequências dos períodos de estiagem. Também são construídas bacias de captação, visando permitir a infiltração das águas de chuva nos lençóis subterrâneos, abastecendo as nascentes e criando um círculo virtuoso.

Do início do ano passado, quando os projetos começaram a ser implantados, até junho deste ano, já foram investidos R$ 5,8 milhões de recursos estaduais, beneficiando diretamente mais de quatro mil famílias na zona rural de 24 municípios. De acordo com o balanço da Ruralminas, 62 barramentos já estão implantados, além da construção de 621 bacias de captação, e da conservação de 319 km de estradas vicinais.

Nova realidade As prefeituras, por meio dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável, fazem a indicação dos locais para a construção dos barramentos, e os técnicos da Ruralminas analisam a sua viabilidade técnica. A escolha dos pontos leva em consideração, também, o maior número de famílias que podem ser beneficiadas. Como na comunidade Liberdade, em Teófilo Otoni, considerada o maior polo de produtores da agricultura familiar do Vale do Mucuri.

Segundo o técnico Leonardo Machado Natalino, responsável pela implantação dos trabalhos nos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, a Ruralminas tem know-how na construção de barramentos, com índice máximo de eficiência em relação ao que é investido. “Saber como posicionar o equipamento, escolher as máquinas mais adequadas para cada trabalho, orientar os operadores, tudo isso são detalhes que fazem a diferença”, explica.

De acordo com o produtor rural João Carlos Nunes Coelho, de Teófilo Otoni, “todo o ano víamos a água de beber diminuir. Nesta época, já começávamos a economizar água. Agora não tem mais isso”, afirma João. Ari Esteves do Carmo, produtor do município de Novo Cruzeiro, também relembra as dificuldades que a comunidade já enfrentou. “Vocês precisavam ver a água que as pessoas eram obrigadas a beber, vermelha, cheia de lodo”.

As águas que vêm se multiplicando nas propriedades do semiárido garantem não apenas a sobrevivência do dia a dia, como também acendem a esperança no futuro, a possibilidade de sonhar com novos projetos para o futuro dos filhos, na terra onde nasceram e foram criados. “Com a água que corre hoje nas minhas terras, tenho como imaginar um meio de meu filho investir na propriedade, gerar renda e emprego na região, sem precisar sair pra longe, e ter um começo bem mais fácil do que eu tive”, conclui o produtor Ilário de Oliveira.

Fonte: Com informações da Agência Minas

11 de junho de 2010

PM prende acusado de duplo assassinato em Almenara

A Polícia Militar prendeu, na manhã desta quinta-feira, na Rua Tude Tupy, próximo ao Parque de Exposições, no Centro de Almenara, na Região do Baixo do Jequitinhonha, um homem suspeito de matar, a marretadas, duas mulheres. Ele estava sendo procurado havia 58 horas.

Segundo informações da PM, ao avistar as viaturas, o suspeito, Guilhermino Lopes da Cruz, de 41 anos, tentou fugir correndo pelas ruas da cidade e entrando em diversas casas do Centro, mas militares conseguiram alcançar e prender o homem.

Relembre o caso
Na terça-feira, militares receberam denúncia anônima, informando ter ouvido gritos de duas mulheres em uma casa. Militares foram até a residência mas ninguém atendeu a porta.

Ao entrarem no local, duas mulheres, Tereza da Silva Ferreira, de 49 anos, e Evanir Gomes da Silva , estavam caídas no chão com ferimentos pelo corpo, provocados, possívlemente, por uma marreta de aproximadamente 5 quilos. As vítimas seriam primas, e uma delas era ex-mulher do suspeito. Mais informações no Diário do Jequi

Um olhar diferente sobre o Vale do Jequitinhonha

Março de 2010: Virgem da Lapa recebe voluntários que ajudaram familias carentes do município

9 de junho de 2010

Caravana do BDMG chega ao Jequitinhonha

O objetivo é levar crédito às regiões de baixo dinamismo econômico do Estado

Com o objetivo de levar crédito às regiões de baixo dinamismo econômico do Estado, o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) leva a Caravana do Desenvolvimento, de 8 a 10 de junho, a cinco municípios da região do Jequitinhonha/Mucuri: Araçuaí, Itaobim, Medina, Pedra Azul e Almenara. Constituída de analistas e gerentes do Banco, a equipe irá apresentar aos empresários das cidades as linhas de financiamento mais adequadas a seus negócios, estejam eles no campo ou na cidade. Aberto ao público, o evento conta com palestra e atendimento personalizado.


Depois de percorrer 26 cidades mineiras de diferentes regiões, como Alto Paranaíba, Central, Centro-Oeste e Norte, a Caravana do Desenvolvimento chega aos municípios de Jequitinhonha/Mucuri para mostrar aos empresários as reais possibilidades de expansão de seus empreendimentos. No evento, o participante conhece melhor o processo de contratação do crédito, entende como pode solicitá-lo e quais as linhas pertinentes a cada perfil empresarial. “Além de conhecer o BDMG, trata-se de um momento oportuno para perceber a facilidade de acesso a recursos financeiros, inclusive via internet”, afirma o gerente de Negócios do Banco e coordenador da Caravana em Jequitinhonha/Mucuri, Leonardo Parma.

Uma das linhas que promete atrair a atenção dos empreendedores da região é a recém-lançada Geraminas Dinamizar - criada especialmente para as micro e pequenas empresas e cooperativas de produção situadas nas regiões de baixo dinamismo de Minas (Jequitinhonha, Mucuri, Rio Doce, Norte do Estado e municípios atendidos pelo Programa Travessia, projeto estruturador do governo de Minas em prol do desenvolvimento social de comunidades de baixo IDH).
Com juros de 9% ao ano para pagamentos em dia, a nova solução financia projetos para capital de giro (de R$ 5 mil a R$ 180 mil) e investimentos fixos ou mistos (acima de R$ 25 mil até R$ 360 mil). Entre as vantagens estão o prazo de carência de três meses; prazo total de pagamento de até 60 meses para imóveis comerciais; de até 24 meses para capital de giro; e de até 36 meses para outros tipos de investimento.

O presidente da ACI de Araçuaí fala sobre a caravana
Para o presidente da Associação Comercial e Industrial de Araçuaí, Mateus de Sousa, a visita da Caravana do Desenvolvimento será de grande importância para o município e seu entorno. “Muitos habitantes de Coronel Murta, Itinga, Virgem da Lapa e Francisco Badaró, por exemplo, vêm a Araçuaí para ir a bancos e ao hospital.

Se houvesse empresas de diferentes setores, todos seriam muito mais bem atendidos. É por isso que nossa expectativa é a de receber apoio do BDMG, para que os empresários tenham chance de crescimento e possam absorver a mão de obra existente.”
Fonte: Com informações da Agência Minas

Almenara:homem mata duas mulheres a golpes de marreta

Ex marido é o principal suspeito do duplo homicídio

Policiais Militares estão atrás de um homem suspeito de matar duas mulheres a marretadas, na madrugada desta terça-feira (8), em Almenara, no baixo Jequitinhonha. O crime teria sido premeditado.

Segundo informações da Polícia Militar, na madrugada, testemunhas informaram que ouviram gritos de duas mulheres em uma casa.

Militares foram até a residência mas ninguém atendeu a porta.Para prestar socorro, policiais pularam o muro da casa e encontraram duas mulheres caídas no chão.

As vítimas, Tereza da Silva Ferreira, de 49 anos, que estava com vários ferimentos pelo corpo e sem sinal de vida, e Evanir Gomes da Silva, encontrada desmaiada com um corte na testa.

Ela foi levada para o Hospital Deraldo Guimarães, no Centro de Almenara, mas nã resistiu aos ferimento e morreu.O principal suspeito do crime é Guilhermino Lopes da Cruz, de 41 anos.

Ele estava insatisfeito com a separação com sua ex-mulher, Evanir Gomes, e já teria cometido várias ameaças contra ela. Ele também tem um processo em aberto contra ameaça.

Segundo a mãe do suspeito, ele teria saído de casa, na noite anterior ao crime, com uma mala cheia de roupas. Depois do crime o suspeito fugiu por uma estrada da zona rural de Almenara. Cerca de quinze policiais, ainda fazem um cerco na região para tentar prendê-lo.
Fonte: Com informaões do Diário do Jequi/Correio Braziliense

6 de junho de 2010

Governo de Minas certifica café do Vale do Jequitinhonha

Minas Gerais é o maior produtor de café do Brasil, respondendo por mais da metade da produção. Com o objetivo de certificar as propriedades rurais, que utilizam boas práticas agrícolas, preservando o meio ambiente, o Governo de Minas certifica o café garantindo confiabilidade no mercado.
Propriedades do Vale do Jequitinhonha já estão sendo certificadas. O café produzido por Antonio Donizete da Silva acaba de ser reconhecido pelo Certifica Minas, programa da Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento.
Isso significa que a propriedade dele tem boas práticas atendendo às normas ambientais e trabalhistas. Para o produtor é uma conquista, pois é com o café que ele sustenta a família.
Fonte: Com informações da Assessoria de Imprensa da EMATER-MG

Polos de Inovação acertam parceria com Instituto Federal de Educação

As cidades do Vale beneficiadas são: Diamantina, Almenara e Araçuaí

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes) e o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG), assinaram, nessa terça-feira (1º), Acordo de Cooperação Técnica, em Montes Claros, no Norte de Minas, durante solenidade realizada no Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernandez.



O documento prevê a integração de competências para implantação e consolidação do projeto Plataformas Polos de Inovação do Norte e Nordeste de Minas Gerais, que buscam a transformação socioeconômica dessas regiões.
Os polos de inovação deverão chegar a 10 municípios, conforme o projeto em desenvolvimento na Sectes, construído a partir de uma parceria com a Secretaria de Estado Extraordinária para o Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas (Sedvan).

Os objetivos são concentrar recursos humanos qualificados, bem como fortalecer estruturas de ensino e pesquisa; fomentar projetos de inovação que atendam às demandas locais e regionais priorizadas nos planos diretores dos polos; e capacitar mediadores na utilização de infraestrutura da web 2.0 visando a fomentar a cultura empreendedora.
Em Diamantina, Salinas, Teófilo Otoni e Araçuaí, os polos já foram instalados e estão desenvolvendo projetos dentro dos objetivos traçados. Os demais municípios incluídos são: Montes Claros, Januária, Pirapora, Janaúba, Corinto e Almenara. Em relação as instituição parceiras, além do IFNMG - que integra sete escolas do Norte, Nordeste e Noroeste do Estado - estão envolvidas no projeto a Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) e a Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM).
O reitor do IFNMG, Paulo César Pinheiro de Azevedo, ressaltou a importância da parceria para o desenvolvimento de regiões que precisam avançar e dar mais qualidade de vida à população. “Não mediremos esforços para contribuir com esse projeto”, afirmou Azevedo.

O diretor geral do campus Salinas do IFNMG, Adalcino França Júnior, fez questão de dar o seu depoimento de que o polo de inovação instalado naquele município já apresenta resultados expressivos em diversos projetos, entre eles o de melhoramento da cerâmica e do Teia, que capacita jovens para serem empreendedores utilizando a internet.
Fonte: Com informações da Agência Minas

Araçuaí: acidente fere 23 pessoas

Vinte e três pessoas ficaram feridas em um acidente com um ônibus de turismo no km 375 da BR-381, em São Gonçalo do Rio Abaixo, na Região Central de Minas, na noite de quarta-feira.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), por volta das 22h10, o veículo que transportava 43 passageiros tombou na estrada.

O motorista contou à polícia que desviou de um outro veículo e ao retornar para a pista de origem caiu em uma vala e tombou.

O ônibus de turismo seguia de Belo Horizonte para Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha.

Os feridos foram levados para o hospital da cidade e para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII. O ônibus já foi retirado da pista e o tráfego flui sem problemas.
Fonte: Com informações do Portal Uai

2 de junho de 2010

seminário vai dicuti o desenvolvimento e a sustentabilidade no Vale

Visões do Vale 5 - Veja a Programação Completa

Definida a programação do seminário que irá discutir o desenvolvimento e a sustentabilidade no Vale

QUARTA 9/6/2010

- 8:30 as 9:00 - Recepção

- 9:00 as 9:30 - Abertura

- 9:30 as 11:00 - Conferência:

"Desenvolvimento e Sustentabilidade: perspectivas teóricas e dimensão prática" (João Antônio de Paula - Pró-Reitor de Extensão da UFMG)

-11:00 as 12:30

Lançamento de Livros e da Coleção Jequitinhonha:

1- Diagnóstico Socioeconômico do Vale do Jequitinhonha - Confiança, Redes Sociais, Inovação e Desenvolvimento Local, de Weber Soares;

2- Vale do Jequitinhonha: Formação Histórica, Populações e Movimentos, de João Valdir Alves de Souza e Márcio Henriques Simeone (Orgs.);

3- Estigma, de Antônio Patente;

4- Memórias de Itinga, de José Claudionor dos Santos Pinto;

5- Recontos do Jequitinhonha, de Carolina Antunes;

6- Na Trilha Guerreira dos Borum, de Geralda Chaves Soares.

7- Estórias de Luz ? Narrativa Fotográfica do Vale do Jequitinhonha, de Marcelo Oliveira

- 12:30 as 13:30

Quarta doze e trinta:

"Flor do Jequi" - Trio Toré (Déa Trancoso)

- 14:00 as 15:30 - Mesa Redonda 2

"Educação e Desenvolvimento regional sustentável"

Coordenação

Prof. Leonel de Oliveira Pinheiro (UFVJM)

Palestrantes

Eliane Silva Novato (Professora da Faculdade de Educação da UFMG)

João Valdir Alves de Souza (Professor da Faculdade de Educação da UFMG)

Idalino Firmino dos Santos (Escola Família Agrícola e desenvolvimento Sustentável)

- 15:30 as 15:50 - Intervalo

- 15:50 as 17:30 - Painéis temáticos:

1 - 15:50 as 16:10 - Desenvolvimento Turístico no Vale Do Jequitinhonha: uma análise sob a ótica das políticas públicas (Bianca reis);

2 - 16:10 as 16:30 - Economia da Sustentabilidade: possíveis diálogos com o pensamento indígena (Marivaldo de Carvalho);

3 - 16:30 as 16:50 - A Importância do Trabalho Feminino para a Manutenção da Agricultura Familiar nas Comunidades Quilombolas de Minas Novas e Chapada Do Norte - Vale Do Jequitinhonha/MG (Raphel Diniz);

4 - 16:50 as 17:10 - Plano Diretor Participativo do Município de Virgem da Lapa/MG: instrumento de diagnóstico, planejamento, mobilização e promoção da qualidade de vida das populações locais (Dimas Gazolla);

5 - 17:10 as 17:30 - Proposta de Criação do Instituto Nacional do Artesanato Brasileiro - Inabra (Vilmar Oliveira)


- 17:30 as 18:00 - Debate sobre os trabalhos apresentados

QUINTA 10/6/2010

- 8:30 as 10:00 - Mesa redonda 3

"Projetos de desenvolvimento com base territorial"

Coordenação

Eduardo Magalhães Ribeiro (Instituto de Ciência Agrárias - UFMG)

Palestrantes

Boaventura Soares de Castro ( Centro de Agricultura Alternativa Vicente Nica ? CAV)

Gilson Aguillar (EMATER)

- 10:00 as 10:20 - Intervalo

- 10:20 as 11:50 - Mesa redonda 4

"Planejamento urbano, redes sociais e desenvolvimento local"

Coordenação

Prof. Cezar De Mari (UFVJM)

Palestrantes

Roberto Monte-Mor (Professor da Faculdade de Ciências Econômicas da UFMG e integrante do Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional - Cedeplar)

Marcos Lobato Martins (Professor da Faculdade de Pedro Leopoldo)

Cláudia Feres (Professora Departamento de Ciências Políticas ? UFMG)


- 14:00 as 15:30 - Mesa Redonda 5

"Perspectivas de sustentabilidade para o norte e o nordeste de Minas"

Coordenação

Andréa Zhouri (Professora do Departamento de Sociologia da UFMG)

Palestrantes

Decanor Nunes Santos (Cáritas Jequitinhonha)

Conceição Luciano (CAMPO Minas Novas)

Evina Mendes (Itavale)


-15:30 as 15:50 - Intervalo


-15:50 as 17:30 - Painéis temáticos:

1 - 15:50 as 16:10 - Artesanato Cooperativo no Vale do Jequitinhonha: reflexões sobre ações de intervenção em comunidades locais (Daniela Guimarães Vieira);

2 - 16:10 as 16:30 - Desenvolvimento e Participação: o silenciamento das diferenças e o esvaziamento da política? (Raquel Oliveira Santos Teixeira);

3 - 16:30 as 16:50 - Economia Solidária no Vale (Maria Aparecida de Oliveira);

4 - 16:50 as 17:10 - Feiras Livres e Mercados Periódicos no Vale Do Jequitinhonha: estudo de caso nos municípios de Minas Novas, Capelinha e Chapada do Norte (Kely Moreira);

5 - 17:10 as 17:30 - Perspectivas ao Desenvolvimento Urbano Sustentável na Mesorregião do Jequitinhonha (Júlio Perácio).


- 17:30 as 18:00 - Debate sobre os trabalhos apresentados
Fonte:Cominformações da UFMG

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo