2 de abril de 2010

Desertificação será discutida em cidades do Vale

O objetivo do seminário é formular propostas de combate à desertificação em Minas

Através de parceria firmada com o sistema Sedvan/Idene, formado pela Sedvan - Secretaria de estado extraordinária para o Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha, do Mucuri e Norte de Minas e o Idene - Instituto de desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Garais, e com o MMA - Ministério do Meio Ambiente, a Coomap - Cooperativa multidisciplinar de assistência técnica e prestação de serviços realizou, quarta-feira, o primeiro seminário para subsidiar a elaboração do Pae MG - Programa de ação estadual de combate à desertificação de Minas Gerais. O evento aconteceu no auditório da Fiemg.


Segundo o coordenador geral de execução do Pae MG, Djalma Duarte, o objetivo do seminário foi envolver instituições governamentais e não governamentais para participarem da formulação de propostas de combate à desertificação em Minas.


- Esse é o primeiro dos seis seminários que ainda acontecerão nas cidades de Jequitinhonha, no dia 14 de abril, Araçuaí, 15, Turmalina, 16, Taiobeiras, 22, e Janaúba, no dia 23 - afirmou.

Estiveram presentes no encontro em Montes Claros o diretor do Idene no Norte de Minas, Edson Ferreira do Couto, o diretor executivo do projeto estruturador, Rúbio Andrade, a analista do ministério do Meio Ambiente, Luciana Hermétrio, além de representantes de entidades como Emater, Fetaemg, IEF, Ibama, Fiemg, dentre outras.

O PROGRAMA
O governo federal se comprometeu com a CCD - Convenção das nações unidas de combate a desertificação a criar o Pan Brasil - Programa de ação nacional de combate à desertificação e mitigação dos efeitos da seca, seguindo as diretrizes de controle de entidades governamentais e sociedade civil organizada, representada pela Asa - Articulação do semiárido.

As ações do Pan Brasil serão executadas em todo Nordeste brasileiro, além das áreas de abrangência da Sedvan (Norte de Minas e Vales do Jequitinhonha e Mucuri) e em porções do Maranhão e Espírito Santo, especificamente nas áreas susceptíveis à desertificação, caracterizadas como semiáridas e subúmidas secas. (Fonte: Ascom Sedvan/Idene)
Fonte: Com informações do Portal o norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo