24 de setembro de 2009

Defesa Social assume cadeia pública da cidade de Almenara

A Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) assumiu nesta quinta-feira (24) a administração da cadeia pública da cidade de Almenara, no Vale do Jequitinhonha. A ação dá continuidade ao compromisso do Governo de Minas de assumir as carceragens que estão sob responsabilidade da Polícia Civil. Agentes do Comando de Operações Especiais (Cope) comandaram a operação que incluiu a limpeza das celas e uniformização dos detentos. A mudança administrativa traz ainda mais segurança à população de Almenara.

Policiais voltam as ruas de Almenara
Com a operação, quatro policiais civis e cinco militares que até agora estavam ocupados com a guarda dos presos voltam às ruas da cidade, reforçando os serviços de investigação e de policiamento ostensivo no município. Sessenta agentes penitenciários substituirão os policiais. “Durante muito tempo administramos a cadeia sem nenhuma estrutura. Agora, além de um número maior de pessoas para tomar conta do local, os presos terão assistência psicológica, jurídica e social. Ganham os detentos e a Polícia Civil, que tem de volta o seu efetivo”, afirmou o delegado da 3ª Delegacia Regional de Almenara, Castelar de Carvalho Leite.

Suapi transforma cadeia pública em presídio
De acordo com o comandante da 48ª Companhia de Polícia Militar, José Jorge Carvalho, os policiais que davam apoio na guarda externa da cadeia farão o reforço do policiamento na área central da cidade. Ao assumir o comando, a Suapi transforma a cadeia pública em presídio, promovendo mudanças que vão desde o uso de uniforme obrigatório pelos detentos até a visitação, que só será permitida após cadastro, feito na portaria, mediante apresentação de documentos que incluem atestado de antecedentes criminais e cópias do RG e CPF. “Nos próximos trinta dias as visitas aos presos estarão suspensas. Precisamos deste tempo para adequar a unidade às novas regras”, explica o superintendente de Articulação e Gestão de Vagas da Seds, Murilo Andrade.

Serão investidos R$ 277,4 mil
As medidas fazem parte do Procedimento Operacional Padrão (POP), manual que disciplina os direitos e deveres dos detentos, funcionários e visitantes, adotado em todas as unidades prisionais do Sistema de Defesa Social. Em reforma desde julho deste ano, a unidade prisional passa por renovações, como revisão das redes elétrica e hidráulica, adaptação de salas para administração e ainda construção e elevação de muros na área externa. A obra faz parte do Programa de Reforma e Ampliação de Cadeias Públicas, do Governo do Estado. No local serão investidos R$ 277,4 mil.

O Presídio de Almenara será a 90ª unidade prisional assumida pela Seds, que tem sob sua administração presídios, penitenciárias, hospitais, centros de apoio (médico e pericial) e casas para albergados. Uniforme, cobertor, toalha, escova de dentes, produtos para higiene pessoal e colchões novos foram entregues aos detentos nesta quinta-feira (24).

O sistema prisional mineiro saltou de 5.381 vagas em 2003, início do atual governo, para cerca de 22 mil vagas em 2009. Hoje, são 90 unidades e, até dezembro, serão inaugurados mais quatro presídios e assumidas outras 12 cadeias públicas da Polícia Civil. A Seds investe na ressocialização dos aprisionados, oferecendo assistência médica, odontológica, psicológica, social e quatro refeições diárias com cardápio supervisionado por uma nutricionista.
Fonte: Com informações da Agência Minas

Esta notícia esta protegida contra copia, para receber esta matéria mande um e-mail para virgemdalapa.net@gmail.com. Dentro de cinco (5) dias no máximo vamos desbloquear


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo