11 de setembro de 2009

Filha de doméstica de Almenara é raptada por perueiro no Centro de Belo Horizonte

Policiais militares do 1º Batalhão da PM montaram um cerco para localizar um perueiro que deixou para trás uma passageira, mas raptou a filha dela, de 4 anos, e sua bagagem, no fim da tarde dessa quinta-feira, na área central de Belo Horizonte. A mãe da criança, a doméstica Maria Senhora Rodrigues de Souza, de 24 anos, disse que, as 16h10, desceu do carro do perueiro, de cor prata, para fazer uma ligação em um telefone público, perto do cruzamento da Avenida Olegário Maciel com Rua Tupinambás, mas o motorista arrancou o veículo, levando a menina Alis Cristina Rodrigues Correia.

Maria de Souza mostra fotos da filha que foi levada por motorista(Foto)
"Estava ao telefone quando vi o carro passando. Sai correndo atrás, mas ele não parou. Então, pedi ajuda a policiais de uma viatura", contou aos prantos a empregada. Nervosa, Maria de Souza foi levada para a 6ª Companhia da PM, onde o militares fizeram contatos com parentes dela, que confirmaram sua versão.

A doméstica explicou que ela e a filha moram há mais de um ano na casa de um tio, em Divinópolis, no Centro-Oeste do estado. "Saí de férias e seguia para a casa de meus pais, em Almenara, no Vale do Jequitinhonha. Fui com meu tio para o ponto do ônibus, em Divinópolis, quando surgiu o homem no carro dizendo que fazia o trajeto até BH pelo mesmo preço. Outro passageiro entrou no carro e meu tio sugeriu que eu também fosse, pois já estava atrasada", contou.

A empregada disse que não se lembra de características do carro nem do motorista. Ela acha que o condutor se identificou pelo nome de Carlos. O outro passageiro desceu em Betim, enquanto a mulher e a filha seguiram para a capital, onde embarcariam para Almenara num ônibus clandestino. "Pedi o celular do motorista, já que estava atrasada, e iria ligar para o pessoal do ônibus. Ele disse que a bateria do aparelho estava descarregada e sugeriu que ligasse do telefone público", explicou.



Maria de Souza foi deixada sem seus documentos e de sua filha, que estavam na bagagem, junto com R$ 300 em dinheiro. De acordo com o soldado Wellington Alves, a história da mulher foi conferida com o tio dela, que enviou por e-mail cópias de fotos da criança. "Estamos registrando um boletim de ocorrência, mas a expectativa é de encontrarmos a criança abandonada em algum ponto da cidade. Militares em carros de várias unidades estão sendo informados sobre o caso", afirmou o soldado.
Fonte: Com informações do Portal Uai

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo