17 de setembro de 2009

Exclusivo: Irmãs que passsaram a infância no Vale do Jequitinhonha se reencontram após 40 anos

Os mais de 700 quilômetros percorridos em cerca de 14 horas dentro de um ônibus passaram “voando” perto do que foram quatro décadas de separação. Ao desembarcar em Goiânia, no início do mês, a empregada doméstica Helena Vieira Rios, de 56 anos, moradora de Bauru, reencontrou a irmã caçula, Antônia, nove anos mais nova, a quem não via desde o final da década de 1960.

Ela conta que a separação aconteceu quando ainda era adolescente e a irmã, uma criança de apenas 6 anos. Na época, ainda moravam na cidade de Ouro Verde de Minas, no Vale do Jequitinhonha. “Eu casei muito nova e fui para o Paraná. Depois de um tempo ela foi para Goiânia. Ficamos sem contato nenhum, nem por carta”, conta.

A doméstica afirma que somente duas décadas após a separação é que a procura pela irmã ganhou força. “A saudade bateu forte e comecei a colocar anúncios em rádio e programas de TV”, comenta ela, dizendo que outras duas irmãs, ainda residentes em Minas, conseguiram o telefone da caçula.

“Assim que consegui o número, liguei. No começo ela não me reconheceu, até duvidou que tinha irmã”, recorda. “Foi muito emocionante o reencontro. Irmão é sempre irmão. Não quero perdê-la de vista nunca mais”, emociona-se.
Fonte: Com a Colaboração do jcnet

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo