25 de agosto de 2009

Leite pela Vida garante distribuição para mais dois anos

O Programa Leite Fome Zero – Um Leite pela Vida está garantido por mais dois anos. Isso porque o Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais – Idene, e o Ministério do Desenvolvimento Social – MDS, assinaram convênio para a continuidade do programa no período de agosto de 2009 a julho de 2011.

O convênio prevê um investimento de R$ 127.177.674,00 para garantir a distribuição do leite em 193 municípios do Norte e Nordeste de Minas. A contrapartida do Estado é de R$ 33.171.924,00.
Atualmente, o Leite pela Vida distribui, gratuitamente, 151,5 mil litros de leite por dia para famílias que possuem crianças de seis meses a seis anos de idade, gestantes, nutrizes e idosos.

De acordo com Walter Adão, diretor geral do Idene, a continuidade do programa comprova que a metodologia estabelecida pelo Governo de Minas Gerais, priorizando a compra do leite de pequenos produtores, está aprovada. "Além de gerar emprego e renda, com a compra local do leite no segmento da agricultura familiar, contribuindo para o fortalecimento do pequeno produtor de leite, bem como de cooperativas e laticínios locais. O programa ainda colabora no sentido de diminuir a vulnerabilidade social, combatendo a fome", ressalta.

Além disso, com a ajuda do Programa Leite pela Vida, a desnutrição nas crianças de 0 a 6 anos vem diminuindo de maneira considerável. Dados do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan), da Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG), mostram que o índice de desnutrição chegou a 4,62% em outubro de 2008, abaixo do índice de 5,8% estipulado pela Portaria 325 do Ministério da Saúde em 2008.

Incentivo
Outra novidade é que o Programa Leite pela Vida, iniciará a distribuição de sementes de sorgo para cerca de 4 mil pequenos produtores rurais. A iniciativa é uma ação complementar do programa, para auxiliar na alimentação do gado leiteiro.

O diretor de programas e projetos do Idene, Carlos Fernando Amaral, explica que uma das grandes dificuldades do pequeno produtor de leite é a alimentação do gado no período de estiagem. "O capim fica inviável para alimentar o gado, mas o sorgo resiste à seca. Ou seja, com esse complemento estamos evitando que haja baixa na produção de leite e conseqüente desabastecimento, por falta de alimento para os animais".

A previsão para início da entrega das sementes é 26/08.
A primeira entrega de sementes será feita em Malacacheta, no Vale do Mucuri, em evento que deverá reunir cerca de 100 pessoas, entre pequenos produtores e representantes dos laticínios da região. Segundo o diretor geral do Idene, Walter Adão, a realização do evento para marcar a distribuição das sementes é uma forma de garantir a transparência da ação e fortalecer a rede social que envolve o programa.
Cada produtor receberá 20 kg de semente de sorgo, para cultivo na próxima safra
Fonte: Com informaçãoes da Agência Minas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo