31 de agosto de 2009

12 municípios do Vale estão entre os menos desenvolvidos em renda, emprego, saúde e educação

Levantamento feito pelo EM mostra que 81 dos 85 municípios mais pobres de Minas foram investigados nos últimos sete anos por envolvimento em casos de improbidade e fraudes.

Não é coincidência. Segundo levantamento feito pelo Estado de Minas com base em estudo da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), em 81 dos 85 municípios mineiros com menor índice de desenvolvimento, a pobreza está de mãos dadas com a corrupção. Um casamento que está longe do fim e sacrifica a população, afastando-a de serviços básicos como educação e saúde, especialmente no Norte de Minas e nos vales do Jequitinhonha e Mucuri, onde estão concentradas as cidades com piores indicadores. O mais grave, entretanto, é que o ciclo cruel de baixo desenvolvimento e corrupção está longe do fim porque, para o cientista político Rubens Figueiredo, só a punição exemplar seria capaz de mudar essa realidade.

Doze (12) municípios do Vale do Jequitinhonha estão entre os 85 em MG com os piores indices de trabalho, renda, educação e saúde.
São eles Minas Novas (768°), Coronel Murta (769°), Almenara (780°), Itaobim (792°), Chapada do Norte (811°), Ponto do Volantes (783°), Monte Formoso (830°), Jacinto (834°), Comercinho (836°), Divisópolis (837°), Palmópolis (840°), Angelândia (841°).
Veja a lista das cidades menos desenvolvidas de Minas

Virgem da Lapa não esta nessa lista.

São João do Pacuí no Norte de Minas é o município com pior índice no estado (853º) e esta entre os 30 piores do país em trabalho, renda, educação e saúde.

Infelizmente, São João do Pacuí não está sozinho. Em muitos casos, os municípios aparecem como alvo em mais de uma das recentes operações da Polícia Federal desencadeadas para conter a sangria nos cofres públicos, desde 2006.

Um exemplo é Minas Novas, no Vale do Jequitinhonha, que entrou para a lista das cidades investigadas em 2008 tanto na Operação Pasárgada – que apurou liberação do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de forma fraudulenta – , quanto na João-de-barro – que estancou desvios de recursos de emendas parlamentares para obras de saneamento. Minas Novas ocupa hoje o 768º lugar em desenvolvimento entre os 853 municípios mineiros.
Fonte: Com informações do Portal Uai

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo