16 de julho de 2009

Fiscalização ambiental atua em Salinas e região

O Sistema Estadual de Meio Ambiente de Minas Gerais realiza nos municípios de Salinas, Taiobeiras, Rubelitas e Novo Horizonte, no Norte do Estado, fiscalização na produção de cachaça, uma atividade importante para a economia da região. O objetivo é orientar os fabricantes sobre a importância da preservação do meio ambiente. A produção da cachaça de maneira irregular pode causar sérios danos ambientais, principalmente quando os resíduos gerados durante a fabricação não são devidamente tratados ou reutilizados.

Para o presidente da Associação dos Produtores Artesanais de Cachaça de Salinas, Nivaldo Neves, a fiscalização é importante, pois inibe a fabricação da bebida de forma irregular.
O principal agente poluidor dos alambiques é o vinhoto, que se lançado diretamente nos rios, córregos, ribeirões e barragens, provoca o decréscimo do oxigênio dissolvido na água, podendo causar a morte de peixes, além de mau cheiro.
Fonte: Com informaçãoes da Agência Minas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo