15 de julho de 2009

Deputado estadual cobra do Governo Estadual asfaltamento de trechos de estradas do Vale do Jequitinhonha

CONCLUSÃO DE TRECHOS DA ROTA DE DESCOBRIMENTO
É ESSENCIAL PARA DESENVOLVIMENTO DO VALE

Em pronunciamento na semana passada, o deputado estadual André Quintão, presidente da Comissão de Participação Popular e coordenador da Frente Parlamentar dos Direitos da Criança e do Adolescente, cobrou do governo estadual a conclusão de vários trechos da chamada Rota do Descobrimento, que liga a cidade de Diamantina até Salto da Divisa e a divisa do Estado com o Sul da Bahia.

André Quintão destacou a importância estratégica das regiões do Vale do Jequitinhonha e do Médio Jequitinhonha que precisam ter esses trechos de estradas concluídos, por serem considerados primordiais para o deslocamento das pessoas que moram nesses locais, bem como do ponto de vista econômico, do transporte escolar, da garantia à saúde e do escoamento da produção.

"Trata-se de uma estrada de importância estratégica, econômica, histórica, cultural, boa parte à beira do nosso querido Rio Jequitinhonha, de tantas histórias, mas que também precisa ser revitalizado, que inspirou a cultura, a economia e a povoação dessa região. Não se desenvolve um Vale tão sofrido, mas com tantas potencialidades, sem essa ligação asfáltica tão importante", observou.

Nessa conclusão, há pequenos trechos entre Jacinto, Almenara e Salto da Divisa que precisam ser concluídos, além do asfaltamento de 12 km entre Minas Novas a Chapada do Norte. O deputado destaca também a extensão de 22 km entre Chapada do Norte e Berilo, além de outro trecho entre Berilo e Virgem da Lapa.

"Por meio do ProAcesso, temos hoje a ligação de Leme do Prado e José Gonçalves de Minas, mas poderíamos complementar o trecho de Igicatu até Virgem da Lapa, o chamado "link" faltante. Próximo dali, a exatamente 7 km de Igicatu, perto de Berilo e particularmente do Distrito de Lelivéldia, está Irapé, onde está se construindo um circuito cultural e turístico", informa André.
O deputado estadual já reivindicou junto aos órgãos do governo estadual uma solução para o problema, propondo, inclusive, que o governador utilize os recursos autorizados pela Assembleia junto ao Banco Mundial e ao Banco do Brasil para a ligação asfáltica em todos os municípios. "Por que não concluir esse trecho de forma a beneficiar Irapé, Lelivéldia, chegando até Virgem da Lapa, com possibilidade de asfaltar Diamantina até a divisa com o Sul da Bahia?", questiona.

Recentemente, André Quintão também esteve, juntamente com um grupo coordenado pelos prefeitos de Virgem da Lapa e de Berilo, com a ministra Dilma Rousseff, para solicitar a inclusão do trecho da BR-367 no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).
"Quem sabe é um sonho maior concluir o trecho de Grão-Mogol até a divisa da MG-114. Se queremos levar produção às oleaginosas, se queremos alimentar a indústria do biodiesel em Montes Claros, não precisamos imaginar nem podemos conceber um transporte que passe por Araçuaí, Rubelita, Salinas, dando uma verdadeira volta pela BR-251. Por que não passar por dentro, em Irapé, chegando a Grão-Mogol, encurtando em mais de 120 km o caminho até Montes Claros?", observa.

O deputado André Quintão destaca que concluir a BR-367 significa beneficiar as populações e visitantes de cidades como Minas Novas, Chapada do Norte, Berilo, Virgem da Lapa, Grão-Mogol. "E por que não as cidades próximas como Francisco Badaró, Jenipapo de Minas, Araçuaí, integrando o ProAcesso com o PAC?"

André destaca que a importância do Vale tem de ser medida além das políticas sociais. "A logística, as ligações asfálticas são muito importantes. Por isso é tão importante solucionarmos a conclusão dessas rodovias", finaliza.
Fonte: Com informações da Acessoria de Comunicação do Deputado André Quintão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo