16 de abril de 2009

Comunidades rurais do Jequitinhonha são beneficiadas por projetos de extensão rural

Vale do Jequitinhonha produzirá 600 kg de mel por semana

A inauguração de um entreposto de mel e cera de abelhas em Turmalina, no Vale do Jequitinhonha, realizada nesta quarta-feira (15), foi o primeiro de uma série de eventos programados para esta semana na região.

Nesta quinta-feira (16 de abril), às 14h30min, o presidente da Emater-MG participa de outras entregas de equipamentos no Jequitinhonha, desta vez em Divisópolis. De acordo com o gerente regional da Emater-MG em Almenara, Ricardo Neri Pinto, serão inaugurados o sistema rural de abastecimento de água e um tanque de resfriamento de leite.

Na solenidade haverá também entregas simbólicas de dez sistemas de abastecimento de água para vários municípios da região, sendo três para Almenara. Outros municípios beneficiados são Ponto dos Volantes (20 famílias beneficiadas); Rubim (35 familias); Jequitinhonha (31 familias); Itinga (96 familias); Jordânia (23 familias); Comercinho (68 familias).

Na sexta-feira (17 de abril) é a vez de agricultores familiares de Medina e Itaobim receberem materiais do Programa Minas Sem Fome, do Governo do Estado, executado pela Emater-MG. Às 9h, em Medina, serão entregues um tanque de resfriamento de leite e um sistema de abastecimento de água e, às 14h, em Itaobim, um tanque de resfriamento de leite. No dia 18 (sábado), 122 famílias do município de Jacinto vão receber 1.830 pintainhas e 244 sacos de ração, para a implementação do projeto de avicultura no município. O presidente da Emater-MG participará de todas as solenidades da previstas para esta semana na região e, no sábado, em Jacinto, às 10h30, fará palestra sobre o Programa Minas Sem Fome. Será na Casa Paroquial (rua Prefeito José Pedreira Cavalcanti 143, Centro).

Em comum, todos contam com a participação da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater/MG), seja na orientação técnica aos produtores ou no desenvolvimento de projetos e organização das comunidades, para alcançar melhores condições de produção e comercialização.

O entreposto de Turmalina, implantado com recursos dos ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA) e da Integração Nacional (MIN), atenderá 500 apicultores de 30 municípios do Alto Jequitinhonha e parte do Médio Jequitinhonha. A estimativa é de processamento semanal de 600 quilos de mel. O estabelecimento vai concentrar a produção de várias casas de mel instaladas na região com a orientação da Emater-MG. Com o entreposto, a expectativa é aumentar o valor agregado do produto e facilitar o acesso a um mercado consumidor mais amplo, com perspectivas inclusive de exportação.


O gerenciamento das atividades será feito pela Associação dos Apicultores do Vale do Jequitinhonha (Aapivaje) e, na comercialização, haverá também a participação da Cooperativa dos Apicultores do Vale do Jequitinhonha (Coopivaje). Os apicultores agora aguardam pela liberação do Selo de Inspeção Federal (SIF), emitido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).
Fonte: Com informações da Assessoria de Comunicação da Emater-MG

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Noticias atualizadas em sua pagina na web

Radio de Virgem da Lapa na internet

Ouça a radio Morada Fm acessando o site Morada fm ao vivo